Kova M Festival 2012 - Cova da Moura

Kova M Festival 2012
na Associação Cultural Moinho da Juventude

(flyer)

Travessa do Outeiro, n.º 1
Alto da Cova da Moura
2610-202 Buraca, Amadora

Contactos Gerais:
dir-moinho@mail.telepac.pt
www.moinhodajuventude.pt

Telf. 21 497 10 70
Fax: 21 497 40 27

30.03.2012 | por herminiobovino | cinema, exposição de fotografia, festival, música | 0 comentários

Ciclo "Rota da escravatura e da liberdade" na Livraria Círculo das Letras‏

Rota da Escravatura e da Liberdade
organização Livraria Círculo das Letras
exposição documental, história, cinema, poesia

Exposição Documental
de 30 de Março a 21 de Abril

em colaboração com
Comissão Nacional da UNESCO
Associação Mar Uno
Os Africanos em Portugal
História e Memórias (XVI-XXI)

1 – Africanos: uma nova mercadoria (XV-XVI)
2 – Bairro do Mocambo em Lisboa
3 – A integração dos africanos (XVI-XIX)
4 – A desumanização dos africanos
5 – Estratégias africanas
6 - Permanências e mudanças (XVIII-XX)
7 - Novas dinâmicas africanas (depois de 1974)

(cartaz)

Livraria Círculo das Letras – Rua Augusto Gil, 15 B (cruzamento com Óscar Monteiro de Torres / próximo –Av Roma /João XXI) – 210938753 
web
google map

próximas apresentações
Integrando o ciclo “Caminhos da escravatura e da liberdade”
30. Março - Exposição “Os africanos em Portugal: História e Memória (séculos XV-XXI)”
10. Abril – Debate:  À conversa com António Borges Coelho (África e a largada das Naus)
Abril  - Sessão de poesia com Maria do Céu Guerra

30.03.2012 | por herminiobovino | exposição | 0 comentários

DJ Malvado ao Vivo em Maputo

Alusivo ao dia das Mulheres Moçambicanas

a SPEED ENTRETENIMENTO apresenta 
O Grande e Caloroso DJ Malvado directamente de Angola…
Com mais de 10 Anos de experiência, várias turnés a nível Mundial…
e Agora em MAPUTO

Convidados:
DJ Tay & DJ Alex Jr.

L
oCal: COCONUT’S Live
DaTa: 7 de Abril de 2012 - (Sábado)
HoRas: 23H
Entradas:
500 MT - Normal
1.000 MT - VIP

Produção:
SPEED ENTRETENIMENTO

(cartaz)

30.03.2012 | por herminiobovino | dj, Moçambique, música, música angolana | 0 comentários

Colóquio Internacional Cabo Verde e Guiné-Bissau: percursos do saber e da ciência

Lisboa, 21 - 23 de Junho de 2012
ISCSP-UTL, Auditório Piso 0

Colóquio Internacional Cabo Verde e Guiné-Bissau: Percursos do Saber e da Ciênciaresulta de uma parceria entre investigadores do Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT) e do Centro de Administração e Políticas Públicas do Instituto de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP-UTL) no quadro de programas de investigação em curso, e visa criar um fórum para investigadores das várias áreas do saber científico apresentarem e partilharem estudos e resultados de projectos sobre Cabo Verde e a Guiné-Bissau.

Reflectindo em simultâneo uma história partilhada imposta pela presença colonial Portuguesa e uma evolução diferenciada em função de condições específicas e percursos próprios, Cabo Verde e a Guiné-Bissau, são hoje uma referência fundamental no mundo Atlântico e na África Ocidental atestada pelo crescente número de trabalhos de investigação e de projectos de cooperação. Nesse sentido, este Colóquio pretende dar maior visibilidade à investigação que tem vindo a ser feita contribuindo para dinamizar o interesse por estes dois países e sublinhando o papel desempenhado pela investigação científica e pelo envolvimento directo no desenvolvimento e na cooperação.

Privilegiar-se-á uma abordagem comparativa e interdisciplinar que tenha em conta perspetivas históricas, antropológicas, sociológicas, culturais, económicas, políticas, biológicas e ambientais, que permita não só uma visão histórica e multidisciplinar em termos regionais e mundiais mas também em termos do reconhecimento da importância dos saberes e do conhecimento científico no contexto actual destas sociedades. Espera-se que através de uma análise histórica mais global e abrangente, seja possível uma melhor compreensão da situação presente destes dois países, ajudando a identificar dificuldades actuais e a cooperar na sua resolução.

Áreas temáticas propostas:
Ocupação, História colonial e Escravatura
Etnicidade, Sociedades crioulas e Diáspora
Colonialismo moderno, Descolonização e Período pós-colonial
Biodiversidade, Etnobotânica, Medicina tradicional
Gestão, Conservação e Uso Sustentável de Recursos Naturais
Práticas humanas, Alterações climáticas e Impactos ambientais
Saúde, Alimentação e Ambiente
Literatura, Cultura e Educação
Desenvolvimento e Cooperação (apresentação de projectos)

30.03.2012 | por herminiobovino | Cabo-verde, colóquio, Guiné Bissau | 0 comentários

O labirinto em que vivemos, por António Tomás

Tive, finalmente, a oportunidade para fazer uma visita à nova centralidade do Kilamba. O que penso sobre esse grandioso projecto urbanístico não me vai ocupar aqui neste espaço. O que me chamou a atenção foi o cenário que me pareceu ter sido montado para a inauguração. Como só um terço da obra estava concluído, o que se pensou foi cobrir as partes inacabadas com chapas metálicas, pintadas a várias cores, criando assim uns acessos por onde terá passado a comitiva da inauguração, e outros grupos de visitantes ilustres que lhe seguiram. Este corredor tinha cerca de dois metros de altura, e quem por ele passasse de carro só veria a parte de cima dos prédios. Quando fui visitar o Kilamba, há coisa de quatro semanas, já várias secções do tapume estavam quebradas. Por buracos então descobertos pelas chapas em falta já se podia ver o que tinha sido escondido à comitiva inaugural: uma cidade em construção atrasada, com grandes partes ainda por construir, os passeios partidos e sobretudo o entulho.

Continuar a ler "O labirinto em que vivemos, por António Tomás "

29.03.2012 | por martalanca | angola, comunicação social | 0 comentários

Congressista veste capuz em protesto contra morte de Trayvon Martin

A morte do adolescente Trayvon Martin continua a agitar a sociedade norte-americana. O jovem afro-americano, de 17 anos, foi morto na noite de 26 de Fevereiro com uma bala no peito disparada por George Zimmerman, um voluntário que fazia a vigilância nocturna num condomínio privado em Sanford, nos subúrbios de Orlando. 

Trayvon acabara de sair de uma loja de conveniência, não estava armado e vestia uma camisola com capuz. 
Ontem, o congressista do Partido Democrata Bobby Rush, eleito pelo estado do Illionois desde 1993 e antigo membro do grupo Panteras Negras na década de 1960, encenou um protesto em pleno Congresso, ao discursar vestido com um capuz e óculos escuros. “A discriminação racial por parte das autoridades tem de acabar, sr. presidente”, declarou o congressista, afirmando depois que “o facto de alguém usar um capuz não faz dele um vadio”. O congressista acabou por ser expulso da sala do Congresso após repetidos avisos de Gregg Harper, que presidia à Câmara dos Representantes naquele momento.

29.03.2012 | por martalanca | descriminação racial | 0 comentários

Internship opportunity at Art Moves Africa

Internship opportunity at Art Moves Africa office in Brussels

Art Moves Africa (AMA) is an international not for profit organization aiming to facilitate cultural and artistic exchanges within the African continent. AMA offers travel grants to artists and cultural practitioners living and working in Africa to travel within the African continent. AMA is planning to recruit interns in order to assist the Coordinator in developing and implementing the organisation’s communication strategy and work. Find out all the details and apply for this position at AMA office in Brussels.

28.03.2012 | por herminiobovino | intercâmbio cultural | 0 comentários

Seminário Internacional de Arte Rupestre, MAÇÃO

28 e 29 de Março. No Museu de Arte Pré-Histórica de Mação.

Sessão 1: Tempo e Memória na Arte Rupestre

Sessão 2: Angola e a Arte Rupestre do Sudoeste de África

27.03.2012 | por franciscabagulho | arte rupestre | 0 comentários

Tomando o Lugar, exposição de Mário Macilau, LISBOA

MÁRIO MACILAU  ”TAKING PLACE’ | ‘TOMANDO O LUGAR’
31 MARCH > 05 MAY 2012


http://www.influxcontemporaryart.com/exhibitions.htm
“Mário Macilau é um fotógrafo (de fragmentos) do real. Macilau é um contador de histórias, e enquanto narra, através das suas imagens, medita acerca do ambiente social, político e económico do seu país e do mundo – para os quais olha de forma nua, crua, sem artifícios. Como o próprio afirma, não encena nem desenha o momento fotográfico. As suas imagens são instantâneas. Ele não as procura, encontra-as. Aproxima-se, com a sua câmara, das inúmeras personagens anónimas que povoam os seus registos – interessam-lhe o movimento do homem contemporâneo e a relação deste com o espaço. O corpo torna-se, assim, protagonista, sem artefactos, das realidades que captura. 
Há nos instantâneos um silêncio, que se faz presente, e que retém o nosso olhar. Esse silêncio leva-nos a penetrar na intensidade das imagens e na força dos temas. As fotos de Macilau contam, como que por acaso, histórias distantes e distintas. 
Através das suas imagens dá-nos a conhecer um bocado do Mundo. De uma parte do Mundo.” Silvia Vieira (ler entrevista)

27.03.2012 | por franciscabagulho | fotografia, Mário Macilau, Moçambique | 0 comentários