seminário Arqueologias da Violência, 13 julho, LISBOA

No seminário “Língua Portuguesa e Linguagens Literárias”, do curso de Pós-Graduação em Língua e Cultura Portuguesa, dedicado às diferentes visões e modalidades da violência nas literaturas de língua portuguesa, numa perspetiva comparativa, foi também estudada a literatura enquanto universo da reinvenção da diferença cultural deforma a alargar a compreensão de espaço nacional e transnacional da língua portuguesa, abordando a problemática do binómio língua e expressão e a relação entre Cultura e Imperialismo. Neste contexto, foram abordados os diferentes fundamentos da problemática da designação dos sistemas literários dos países de língua portuguesa, língua portuguesa e expressões literárias, questionando o conceito de lusofonia literária. No encerramento das atividades do seminário, as professoras Inocência Mata e Fernanda Gil Costa e os alunos do Mestrado em Língua e Cultura Portuguesa e da Especialização em Estudos Portugueses, do Departamento de Língua e Cultura Portuguesa da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, convidam a uma reflexão sobre os temas tratados ao longo do semestre, apresentando publicamente os seus trabalhos finais.

Programa

15:00 Sessão de Abertura
Professoras Fernanda Gil Costa (FLUL) e Inocência Mata (FLUL)

15:10 Primeira sessão: LUSOFONIA E LITERATURA(S) LUSÓFONA(S)
Moderador: Professora Helena Buescu (FLUL / Dir. Centro de Estudos Comparatistas)
Ofélia Mendes: “Lusofonia: Realidade ou Utopia? Algumas perspetivas”.
Mafalda Duarte: “A Lusofonia em Eduardo Lourenço: Perspetivas de futuro”.
Thie Silva: “Sincretismo religioso: como a cultura dos dominados coexiste na literatura lusófona”.

16:30 Segunda sessão: REPRESENTAÇÕES DA GUERRA
Moderador: Professora Fátima Mendonça (Universidade Eduardo Mondlane – Moçambique)
Mara Yurgel: “Guerra e géneros literários em Parábola do Cágado Velho, de Pepetela”.
Estanislau Franco: “Guerra como fator de desestabilização em Parábola do Cágado Velho, de Pepetela”.
Maria João Calais: “Olhando a violência da guerra em Parábola do Cágado Velho, de Pepetela”.
Ludovica Tranfaglia: “A Costa dos Murmúrios, de Lídia Jorge e o cenário da Guerra Colonial”.
Pausa para café.

18:00 Terceira sessão: VIVÊNCIAS DO TRAUMA
Moderador: Professora Catarina Gaspar (FLUL) Elisabeta Mariotto: “Violência e trauma em A Costa dos Murmúrios, de Lídia Jorge”.
Raquel Reis: “Lillias Fraser, a máquina do tempo perdido. Um olhar feminino sobre a violência e a História”.
Conceição Pereira: “As ficções de Lillias: uma leitura de Lillias Fraser, de Hélia Correia”.
Miguel Moiteiro: “A enfermeira Inês em As Duas Sombras do Rio, de João Paulo Borges Coelho: de sujeito a objeto”.

19:20 Encerramento
Professora Maria José Grosso (FLUL / Diretora do DLCP)


13 de Julho de 2012 - 15h00
Sala de Vídeo - Faculdade de Letras (junto ao Bar Velho)


10.07.2012 | por candela | faculdade de letras lisboa, guerra, Literaturas de Língua Portuguesa, memória, seminário

Call for Pappers | Seminário Internacional, FLUL 17 e 18 Dezembro


Apresentação de resumos

A Comissão Organizadora do Seminário Internacional sobre “Cânone, Margem e Periferia nos Espaços de Língua Portuguesa” convida todos os interessados a apresentarem propostas de comunicação, painéis e sessões sobre qualquer assunto relacionado com a questão.

Seminário Internacional: Cânone, Margem e Periferia nos Espaços de Língua Portuguesa - MORPHE
FLUL, 17-18 de Dezembro

 

Em co-organização com o Institut für Romanistik – Universidade de Hamburgo
Martin Neumann
Joachim Michael

 

Organização:
Fernanda Gil Costa
Inocência Mata
Flávia Bâ
Kristian Van Haesendonck

 

Justificativa:

As actuais relações de poder entretecidas entre a periferia e o centro permitem a negociação de sentidos que convocam categorias problematizantes do paradigma do centro como pólo simultaneamente produtor e difusor de uma heurística fundadora e institucionalizante do conhecimento. Podendo perspectivar-se periferia como margem do centro a partir da qual este se define, essa relação constitui-se simultaneamente como ponto de tensão e de atenção do centro na negociação de problemáticas inerentes aos papéis sociais e económicos atribuídos, com reflexos nas diversas áreas da actividade humana, da linguagem à produção artística e ao pensamento intelectual e científico. Por outro lado, acontece também que a turbulência social contemporânea permite deslocar do centro para a periferia as instâncias enunciadoras e instauradoras de diferentes tipos de conhecimento.

O fórum de discussão “Cânone, Margem e Periferia nos Espaços da Língua Portuguesa” pretende uma abordagem interdisciplinar que se debruce sobre a negociação do paradigma de produção e difusão do conhecimento associado ao centro e o papel da periferia nessa negociação. O cruzamento interdisciplinar sobre esta temática permitirá aferir uma perspectiva histórica, linguística, sociológica e culturalmente informada e problematizante de questões ligadas a cânone, centro, margem. Desta forma, estas questões constituem-se como objecto e mote de investigação e discussão que se pretende no mundo da língua portuguesa.

O Seminário “Cânone, Margem e Periferia nos Espaços da Língua Portuguesa”, acontecerá, no âmbito do Grupo MORPHE do CEC, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, contando com uma programação formada por conferências mesas-redondas, para além de comunicações individuais. Podem também ser propostas mesas de 4-5 participantes.


 

Convidam-se estudantes, investigadores e professores a apresentarem comunicações. Os resumos das comunicações deverão ser enviados até ao próximo dia 30 de Setembro de 2012. para o seguinte endereço: periferiacec@gmail.com

 

 

 

 

A aceitação dos resumos será comunicada até 15 de Outubro.

26.06.2012 | por joanapereira | faculdade de letras lisboa, FLUL, universidade de lisboa

Mestrado em Estudos Brasileiros |Faculdade de Letras e Instituto Ciências Sociais - UL

O Mestrado em Estudos Brasileiros é um programa transversal conjunto da Faculdade de Letras e do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e resulta do reconhecimento de pontos de contacto e de intersecção na investigação conduzida sobre o Brasil em áreas e unidades distintas da Universidade de Lisboa. É um segundo ciclo de estudos interdisciplinar e inovador no contexto nacional, visando uma integração dinâmica entre as humanidades e as ciências sociais, e pensado para alunos que se interessam por todos os aspectos da cultura brasileira, com destaque para quatro áreas fundamentais e para a sua articulação: Antropologia, História, Linguística e Literatura. Permite, ao mesmo tempo, uma especialização transversal no âmbito dos Estudos Brasileiros e uma pré-especialização em cada uma das áreas envolvidas. Podem candidatar-se alunos com formação de 1º ciclo em humanidades em sentido lato ou em ciências sociais.
Candidaturas: 28 de Maio a 6 de Julho
Entrevistas: 25 e 26 de Julho
Período suplementar de candidaturas: 3 a 7 de Setembro

Descrição do curso, programas dos seminários e outras informações:http://estudosbrasileiros.wordpress.com

23.06.2012 | por martacacador | Brasil, ciencias sociais, faculdade de letras lisboa, instituto de ciências sociais

Dina Salústio na Faculdade de Letras de Lisboa

A escritora cabo-verdiana Dina Salústio, autora de A Louca de Serrano e Filhas do Vento, estará na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa para conversar com os estudantes da cadeira de Literatura Cabo-verdiana: Insularidade e Diáspora.

A aula é aberta a todos os interessados.
Data: Dia 02 de Maio
Hora: 14.00-16-00 horas
Sala: Cave 1 1 (junto ao Bar Velho)

27.04.2012 | por herminiobovino | debate, faculdade de letras lisboa, literatura caboverdiana

Semana de Angola na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

07.12.2011 | por joanapires | angola, faculdade de letras lisboa

Conferência “Ligações Saaro-Senegambianas: o exemplo da qabîla (tribo) Idawalhajj (Sudoeste da Mauritânia)”

O Centro de História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, através das suas linhas de investigação Mundo Novos e Modelos Identitários, em colaboração com o Mestrado em História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (especialidades de História de África e de Estudos Árabes e Islâmicos, e do Doutoramento em História de África da FLUL) apresenta a  Conferência  “Ligações Saaro-Senegambianas: o exemplo da qabîla (tribo) Idawalhajj (Sudoeste da Mauritânia)”, proferida por Francisco Freire, da Universidade Nova de Lisba, que decorrerá no dia 6 de Abril de 2011, das 18h00 às 20h00 na Cave C da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

30.03.2011 | por ritadamasio | conferência, faculdade de letras lisboa, história, mauritania, senegal