Arqueologias da Hospitalidade | Entrevista a Rui Gomes Coelho

Arqueologias da Hospitalidade | Entrevista a Rui Gomes Coelho Não podemos entender a resistência às ditaduras ibéricas ou à ocupação da Croácia da Segunda Guerra Mundial, sem a pensarmos no quadro de uma crítica mais vasta à modernidade ocidental e em como esta se impôs através do fascismo e do colonialismo. A crise humanitária atual é um palimpsesto dos legados do colonialismo europeu em várias partes do mundo e na própria Europa. É por isso que quando insistimos em diversificar o arquivo da humanidade de que falava há pouco, temos de ter em conta a desconstrução desses legados. Tudo isto é trabalho arqueológico.

Cara a cara

08.12.2020 | por Alicia Gaspar e Rui Gomes Coelho