CONCERTO LIBERDADE JÁ! | FREEDOM NOW! Luanda

Músicos, atores, artistas & agentes culturais apelam ao direito à Liberdade de Expressão”

 Elinga Teatro acolhe concerto em solidariedade aos jovens activistas presos sob acusação de tentativa de golpe de estado.

 Em prol da campanha LIBERDADE JÁ | FREEDOM NOW, será realizado neste Domingo, 02 de Agosto de 2015 a partir das 16h00 no Centro Cultural Elinga Teatro,  um concerto em solidariedade aos jovens ativistas presos em Angola, sob acusação de tentativa de golpe de estado. A demora na apresentação das evidências que provem o alegado crime, tem causado uma enorme onda de indignação em várias esferas da sociedade angolana e também no seio da comunidade internacional.

O concerto é uma iniciativa de músicos, atores, artistas e agentes culturais que pretendem por este meio, apelar ao direito à liberdade de expressão e de pensamento consagrado na Constituição da República.

Não podemos ser indiferentes a esta situação flagrante, que põe em causa a liberdade de todos nós. Acreditamos que o silêncio, além de nos tornar cúmplices de uma grande injustiça, é também o maior algoz da nossa liberdade. Pretendemos assim, unir as nossas vozes  por uma Angola em que possamos todos participar do seu crescimento, com os olhos secos, e com o coração livre do medo.

Domingo, 2 de Agosto, a partir das 16h no Centro Cultural Elinga Teatro, contará com as participações de: Abada Capoeira - Zwela Hungu, Laurinda Manuel Gouveia, Manuel Victoria Pereira, MC K, Jack Nkanga, Mona Dya Kidi, Sábio Louko & Ngamba Spoken Word, Pretos Racionais, Sanguinario, Jang Nómada, Emmanuel Pittra, Globo 112, Fat Soldiers, Dinamene entre outros.

  

Vídeos Liberdade JÁ! | Freedom NOW!

Facebook: 

https://www.facebook.com/pages/Liberdade-aos-Presos-Pol%C3%ADticos-em-Angola/1606187489646481?fref=ts

30.07.2015 | por martalanca | activistas, concerto, liberdade já, repressão

Chullage edita EP Rapressão Preview

Levantando o véu do que será o terceiro disco da sua carreira, Rapressão, o rapper Chullage edita, neste início de Dezembro, o EP Rapressão Preview, com lançamento apenas em formato digital e já disponível para download gratuito neste site.
Mantendo, como não podia deixar de ser, um carácter de crítica social, Chullage faz de Rapressão (Rap, Ruas e Resistência) uma caixa de ressonância de gritos de afro-descendentes retidos nos enclaves étnicos da Europa ou de outros de todo o mundo que querem ocupar as ruas cansados de viver em pousio económico. Rapressão Preview apresenta temas de sempre, afinal tão actuais. É uma espécie de slideshow musical com estórias e histórias que algures num frame podem ser de qualquer um/a.
Musicalmente, Rapressão Preview conta com a militância dos bombos, tarolas, scratches e samples da velha escola e os synths da actualidade, introduzindo igualmente elementos acústicos e samples de músicas de intervenção com 30 anos de vida que soam mais actuais do que nunca.
“Já não dá”, o primeiro single a destacar deste EP, foi produzido por Brainkilla e co-produzido por dB e 4th Dimension.
Rapressão Preview é um projecto Do It Yourself, independente, fruto do esforço colectivo, amigo e solidário de vários artistas e é uma co-edição Lisafonia/Optimus Discos, em parceria com Beatweenus e Quarta Perfeita.
Com dois álbuns editados, Rapresálias (Sangue Lágrimas Suor) e Rapensar (Passado Presente e Futuro), Chullage destaca-se pela sua invulgar capacidade poética e beats hardcore, revolucionando, assim, o Rap português e influenciando o movimento Hip-Hop.
Chullage tem angariado nomeações e prémios por parte da crítica especializada e pode mesmo ser considerado um sucesso de vendas na área das edições independentes.
Mensagem de Chullage

09.12.2011 | por martalanca | Chullage, rap, repressão

noite anti-repressão hip hop e spoken word 21/10 - 22h, no Bartô - LISBOA

os mesmos bastões a mesma luta

6ª feira 21/10 - 22h I Bartô, o bar do Chapitô I entrada gratuita

 

seja em Luanda, na Cova ou na Arrentela, quando um bastão cai no corpo de um irmão ou de uma irmã deixa sempre a mesma marca.  reunimos indignações faladas e cantadas contra a escalada da repressão policial, nos bairros aqui ao lado e em todas as ruas onde se luta contra ditaduras. exemplos da resistência pela palavra prometem dar voz a todas e todos cuja resposta que obtêm do Estado, quando se tentam erguer, é a força dos bastões, balas, prisões, ameaças e represálias ferozes.

com LBC, Chullage, e muitos mais convidados… 

 

ver programa de outubro Zona Franca 

21/10 - 22h, no Bartô, o bar do Chapitô. 
entrada gratuita
org:

20.10.2011 | por martalanca | Chullage, hip hop, LBC, repressão

Comunicado de Imprensa pela Associação dos estudantes da Universidade Católica de Angola

À luz do úlitmos acontecimentos ocorridos a respeito da manifestação realizada no sábado 03 de Setembro, incidentes, apreensões nos dias 03 e 08 de Setembro e o processo de julgamento que está  em curso.

Os estudantes da UCAN, representados pela sua Associação, apresentam à opinião pública as suas convicções e propostas:

a)      Valorizamos toda contribuição dos jovens universitários para criar uma sociedade angolana mais justa e fraterna. Achamos que a manifestão pública das próprias idéias, um contexto democrático, é uma riqueza para o debate nacional.

b)      Rejeitamos qualquer tipo de violência seja no expôr, como no reprimir as ideias dos outros. Somos convencidos que só uma proposta respeitosa, educada, não violenta, sem deixar de ser corajosa, são os meios lícitos para o debate nacional tendo como limite a Lei e a ordem pública.

c)       Nos solidarizamos com os estudantes universitários, particularmente com os nossos colegas da UCAN que foram privados da libertade;

d)      Temos a certeza que nenhum dos nossos estudantes da UCAN que foram reconhecidos entre os detidos e submetidos a julgamento: Kady Mixinge, Domingos Neves Cardozo e os demais que ainda nao foram identificados, não estiveram envolvidos em actos de violência.

e)      Lamentávelmente ocorreram actos de vandalismo que não foram iniciados nem pelos manifestantes nem pela polícia, mas por elementos alheios ao grupo de activistas.

f)       Exortamos às autoridades públicas para que seja respeitada a dignidade e direitos dos jovens apreendidos.

Os estudantes da UCAN convidam aos seus colegas e demais univeritários de outros centros a dedicar a terça feira 13 de Setembro para uma jornada de relfexão e oração pelos colegas que inocentemente encontram-se privados de liberdade e  para encontrar os caminhos de concórdia e participação activa na nossa sociedade.

                Pedimos que Deus, fonte da paz e da justiça toque nos corações de todos os envolvidos neste processo.

 

Associação de Estudantes da Universidade Catolica de Angola

12.09.2011 | por martalanca | angola, estudantes, repressão