Batida no Transmusicalles

França, sempre me pareceu um destino obrigatório para apresentar o espectáculo de Batida. A relação com África e a mestiçagem têm muitos anos assumidos culturalmente. Há público, há programadores atentos, em número e qualidade. O número é a palavra chave.O Transmusicalles foi-me apresentado como um Festival Musical de referência onde, todos os Invernos, se pode ver e ouvir o que de mais actual se faz no mundo. E tem a missão/pretensão de, pelo meio, revelar quais serão os próximos fenómenos. Experimental, vanguardista, elegantemente aberto, onde África tem sempre um lugar, a distância segura. Francês. Neste ano compõem o cartaz: M.I.A., Janelle Monae, Mathew Dear, Gonjasufi, The Gaslamp Killer, entre dezenas de nomes, que actuam durante 5 dias em 8 salas diferentes. O Batida será apresentado Sábado, dia 4 a fechar a sala 4 do maior dia. A mesma onde, a meio da noite também farei um curto Dj set. Entretanto também chegou a confirmação da actuação em Lisboa, uma semana antes, na linda sala do Tivoli, em Lisboa, a fechar a noite mais forte do Festival Super Bock N Stock com a Janele Monae.  4/12 - Tivoli - Super Bock n Stock11/12 - Rennes - Transmusicalles

Mpula

 


08.11.2010 | por martalanca | batida