“Frente, Verso, Inverso”

O presente projeto curatorial, sob o título “Frente, Verso, Inverso”, reúne trabalhos de artistas com nacionalidade de países de língua oficial portuguesa e traduz a sua representatividade em relevantes coleções de arte em Portugal.

Quando pensamos no universo da lusofonia somos remetidos para uma comunidade internacional de pessoas que partilham a língua portuguesa e que comungam aspetos culturais semelhantes. Porém, há que ter presente que a lusofonia congrega identidades culturais diversas, bem como diferentes perspetivas do real comum e particular, que importa dar a conhecer na sua pluralidade.

O conceito desdobrado “Frente, Verso, Inverso” que denomina esta mostra pretende dar uma visão alargada da arte desenvolvida por artistas de várias gerações do século XX que, em momentos e contextos díspares, com recurso a múltiplas linguagens da criação artística, da pintura ao desenho, da escultura ao vídeo e à instalação, nos trazem abordagens distintas sobre o mundo lusófono.

Nesses diferentes olhares, encontramos aquilo que podemos designar como: Frente, o rosto de algo, a expressão mais direta que permite traçar o perfil de aparência, seja num registo cru ou poético; Verso, a face posterior que tende a ser ocultada, o outro lado que passa despercebido e que importa revelar; Inverso, que alude para o contrário, mas como todos sabemos o inverso nem sempre é verdadeiro, muito menos literal. Diferentes formas de interpretação do real que atentam para a arte como dimensão de expressão, revelação ou crítica do mundo, tendo pordenominador comum o facto de serem obras escolhidas para fazer parte de coleções institucionaise privadas. Face ao tempo diminuto de preparação desta exposição e ao período do ano em que esta produção teve lugar, não foi possível contar com a representação de várias outras coleções e respetivos artistas. Não obstante, dentro do leque disponível, procurou-se ter apenas uma obrapor artista, por forma a apresentar uma maior amplitude de propostas artísticas, mas também de autores.

Uma última palavra de agradecimento às coleções patentes nesta exposição e à equipa da UCCLAe demais colaboradores pela empenhada colaboração, que permitiram a concretização desteprojeto expositivo.

pode-se consultar o catálago online. Artistas participantes: ABRAÃO VICENTE I ADRIANA VAREJÃO I ALBERTO CHISSANO I  ANA SILVA I ÂNGELA FERREIRA I  ÂNGELO DE  SOUSA I  ANSELMO AMADO I  ANTÓNIO JÚLIO DUARTE I  ANTÓNIO OLE I  BERRY BICKLE (BERENICE BICKLE) I  BERTINA LOPES I  BINELDE HYRCAN I CAETANO DIAS I  CELESTINO MUDAULANE I  DANIELA RIBEIRO I 

  1. DÉLIO JASSE I EDUARDO MALÉ I ESTEVÃO MUCAVELE I  EUGÉNIA MUSSA I FERNANDO LUCANO I FRANCISCO VIDAL I GONÇALO MABUNDA I IHOSVANNY (Angel Ihosvanny Cisneros)  I INÊS GONÇALVES I JOSÉ CABRAL I  JOSÉ MAÇÃS DE CARVALHO I KILUANJI KIA HENDA  I KWAME SOUSA I LEDA CATUNDA I LINO DAMIÃO I MALANGATANA I MANUEL BOTELHO I MANUELA JARDIM I MÁRIO MACILAU 
  2. MAURO PINTO
  3. NELO TEIXEIRA
  4. NÚ BARRETO
  5. PAULO JAZZ
  6. PAULO KAPELA
  7. PEDRO PAIXÃO
  8. PEDRO VAZ
  9. PINTO
  10. RENÉ TAVARES
  11. RICARDO ANGÉLICO
  12. RICARDO RANGEL
  13. RITA GT
  14. RITA MAGALHÃES
  15. ROLANDO SÁ NOGUEIRA
  16. SHIKANI
  17. THÓ SIMÕES
  18. TOY BOY (ADALBERTO FERREIRA)
  19. VIK MUNIZ
  20. XANANA GUSMÃO 
  21. YONAMINE 

Exposição “Frente.Verso.Inverso – Arte Contemporânea dos Países de Língua Portuguesa nas Coleções em Portugal”A exposição “Frente.Verso.Inverso – Arte Contemporânea dos Países de Língua Portuguesa nas Coleções em Portugal” será aberta ao público no dia 22 de agosto, pelas 18h30, na Galeria de Exposições da UCCLA. Com Curadoria de Adelaide Ginga (MNAC - Museu Nacional de Arte Contemporânea), a mostra reúne 14 coleções presentes, com obras de 54 artistas plásticos contemporâneos dos países da nossa língua comum (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e  Timor) em coleções existentes em Portugal. A exposição estará patente ao público até ao dia 13 de novembro, de 2.ª a 6.ª feira, das 10 às 18 horas.

 

por Adelaide Ginga
Vou lá visitar | 9 Novembro 2018 | artistas lusónos, Inverso, palop, uccla, Verso, “Frente