Rodrigo Ribeiro Saturnino (ROD)

Doutor em Sociologia, com especialidade em Sociologia da Comunicação, da  Cultura e dos Estilos de Vida pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (através de bolsa financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia – FCT), mestre em Comunicação e Cultura pela Faculdade de Letras da mesma Universidade, licenciado em Comunicação Social (Jornalismo) pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH, Brasil) e especialista em social media e sociologia digital.

Durante o mestrado elaborou uma pesquisa qualitativa sobre os usos de redes sociais por imigrantes brasileiros e no doutoramento investigou a formação de novas identidades políticas baseadas no uso das tecnologias.

Trabalhou como Analista de Media na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC). Foi investigador colaborador no Centro de Estudos das Migrações e Relações Interculturais da Universidade Aberta desde 2009 (CEMRI-UAB), onde trabalhou durante três anos como professor/tutor  no sistema de E-learning. 

Foi bolseiro de investigação no Projeto de Pequisa “Envelhecimento e Mass Media: representações sobre o envelhecimento e a velhice nos conteúdos informativos na televisão e imprensa escrita”, coordenado pelo Dr. Pedro Alcântara da Silva no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Trabalhou no Brasil como jornalista (Jornal Hoje em Dia; Rede Minas) , assessor de imprensa e consultor em comunicação digital através da empresa na qual foi sócio fundador, a Política Pública Comunicação, atendendo a diversas associações culturais, empresas públicas e privadas.

Em Portugal, paralelamente às atividades académicas, colaborou na elaboração de estratégias digitais para artistas, académicos (Human Animal StudiesFood HubVitor Sérgio Ferreira) associações culturais e festivais de cinema, como o Festin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa.

Ajudou a criar a Revista (In)visível em 2010 onde trabalhou como editor, parecerista e designer gráfico. Como parecerista académico, colabora com: a Revista Comunicação Pública  do Instituto Superior de Comunicação Social (ISCS), a Revista Chasqui, do Centro Internacional de Estudios Superiores de Comunicación para América Latina (CIESPAL),  o International Journal of Iberian Studies e a Análise Social (ICS-UL).

No seu projeto atual, pesquisa a chamada “economia da partilha” em Portugal e os novos modos de vida em tempos de capitalismo digital com foco na utilização de plataformas digitais da Internet. 

No campo artístico, desenvolve um projeto na área das artes visuais onde explora temas como antirracismo, decolonialismo, homoerotismo e o prazer . Este percurso é parte do seu trajeto na Sociedade Nacional de Belas Artes em Portugal. 

É membro da Djass – Associação de Afrodescendentes e membro fundador da UNA – União Negra das Artes. Também faz parte do Espaço Alkantara, onde colabora. Tem ainda colaborado na área do design gráfico para projetos orientados para a comunidade negra como a Festa Bee, o Projeto Morar – Movimento de Rua Antirracista,  Projeto Nneka – Gabinete Virtual de Apoio a Mães, Grupo Educar e vários outros.

Artigos do autor