Revista Língua-lugar: Literatura, História, Estudos Culturais

Língua-lugar é a mais recente publicação do Centre d’Études Lusophones da Université de Genève, em conjunto com a Universität Zürich, cujo objetivo é difundir as culturas e literaturas em língua portuguesa.

Neste número inaugural inclui-se um dossiê temático dedicado à reflexão sobre os discursos da Expo’98. Em complemento são apresentados os desenhos de Ângelo Ferreira de Sousa desconstruindo a mascote e os ideais da mesma exposição. São ainda tema a língua portuguesa vista na sua materialidade, marcada pelo lugar onde é falada, no ensaio de Eduardo Jorge de Oliveira, a linguagem e a contracultura brasileira no texto de André Masseno, o espaço da memória na experiência pós-imperial no artigo de Paulo de Medeiros recordando a obra de Luandino Vieira em relação com a de Djaimilia Pereira de Almeida. É dada a palavra a Lídia Jorge numa longa entrevista sublinhando a importância da literatura na res publica.

Javier del Real (Teatro Real) Ópera Corvo Branco · Javier del Real (Teatro Real) Ópera Corvo Branco ·   

Dossiê Temático: A Expo’98 e o Portugal pós-imperial em busca de uma narrativa nacional.

O primeiro dossiê temático de Língua-lugar, coordenado por Pedro Cerdeira, reúne artigos de Pedro Martins, Marta Araújo, Nazaré Torrão e Octavio Páez Granados e Catarina Duff Burnay.

O dossiê revisita a Expo’98 e produtos culturais a ela associados, designadamente a ópera Corvo Branco e a telenovela Terra Mãe. Interrogando a forma como a exposição se apropriou do período histórico da expansão marítima, o dossiê pretende ser um contributo para o entendimento do impacto de iniciativas comemorativas e da construção da identidade nacional no Portugal contemporâneo. Para tal, convoca diferentes disciplinas, nomeadamente a história, as ciências da comunicação, as ciências da educação e os estudos literários. 

Regino Cruz Arquitectos, Pavilhão Atlântico.Regino Cruz Arquitectos, Pavilhão Atlântico.

Lançamento & Acesso

29 Junho 2020 / 18 h - 19h (CET)

Acesso Revista e Informações sobre o Evento

oap.unige.ch/journals/lingua-lugar

Apoios

ASSH-Académie suisse des sciences humaines et sociales 

Joint Seed Funding

Instituto Camões

Design: Igor Ramos

Contacto lingua-lugar-info@unige.ch

Morada física Rue Saint-Ours 5, 1211 Genève 4 

Morada postal Rue De-Candolle 5, 1211 Genève 4 

Facebook www.facebook.com/107870490912933

Desenho de Ângelo Ferreira de Sousa, My Friend Gil Desenho de Ângelo Ferreira de Sousa, My Friend Gil

26.06.2020 | by martalanca | língua, revista

Ciclo de Debates: interculturalidade, língua comum e política da língua

13 de maio 2019 | 18H30 NOVA FCSH | Auditório 1, Torre B Há uma política da língua para os novos desafios da cidadania?

Conversa  António Branco (Professor do Dep. de Informática, FC-UL), José António Pinto Ribeiro (Ministro da Cultura, no XVII Governo Constitucional), João Costa (Secretário de Estado da Educação, Professor da NOVA FCSH, investigador no CLUNL), Teresa Lino (Professora da NOVA FCSH, Investigadora no CLUNL) Moderação Carla Baptista (Jornalista, Professora da NOVA FCSH, investigadora no ICNOVA)

A Língua portuguesa é, tal como outras línguas europeias, uma língua falada em várias nações, nomeadamente do continente africano e, nessa medida, um dos elementos fundamentais do diálogo entre diferentes povos e culturas. A política da língua é, por isso, fundamental no relacionamento internacional dos países europeus, nomeadamente pela sua condição pós-colonial, sendo também cada vez mais importante para responder aos desafios da diversidade cultural e do multilinguismo no seu próprio espaço nacional, em virtude das novas migrações. O processo da globalização e as novas tecnologias da informação trazem ainda outras questões ao papel das línguas na construção das formas da sociabilidade e da cultura, hoje também moldadas pela linguagem digital. As línguas estão pois na confluência de transformações fundamentais das sociedades contemporâneas. Há uma política da língua para os novos desafios da cidadania: os desafios da interculturalidade, da coesão social e da comunicação digital?

Organização: NOVA FCSH (Lisboa) - ICNOVA (Instituto de comunicação) Apoio: Associação de Estudantes (AE FCSH),  Núcleo de Estudantes Africanos e Lusófonos

(NEAL-FCSH) e Núcleo de Estudantes Africanos (NEA-FCT) AFRICAN-EUROPEAN NARRATIVES

Um projeto da NOVA FCSH com o apoio do Programa Europa Para os Cidadãos. 

13.05.2019 | by martalanca | interculturalidade, língua