No bairro: associativismo jovem na periferia de Lisboa

No bairro: associativismo jovem na periferia de Lisboa Alta de Lisboa, Miratejo, Arrentela, Cova da Moura. Nas duas margens do Tejo multiplicam-se bairros, fortemente marcados por difíceis condições de vida, em que os jovens ensaiam formas de organização colectiva que reforçam as comunidades em que se inserem. O associativismo, nomeadamente ligado ao hip-hop e ao rap, enfrenta também o desafio do relacionamento com projectos de instituições exteriores aos bairros.

Vou lá visitar

18.08.2011 | por António Guterres e Frederico Ágoas