Residências em Londres e Cape Town de dois artistas angolanos

É com enorme orgulho e prazer que informamos que nos dias 6 e 11 de Agosto, os artistas angolanos Yonamine e Nelo Teixeira, iniciaram importantes Residências Artísticas de dois meses cada na ́Delfina Foundation ́, em Londres, Reino Unido, e na Galeria ́Association for Visual Arts ́ (AVA), em Cape Town, África do Sul, respectivamente.

No caso da Delfina Foundation ́, é o terceiro Angolano a ser convidado para residencia após o Binelde Hyrcan e o Pedro Pires terem lá estado em 2017, e o primeiro a ser escolhido pela via de uma “open call” (chamada aberta), num protocolo estabelecido entre esta instituição britânica e o ́ELA - Espaço Luanda Arte ́, e que em 2019 fará chegar um 4o artista nacional pela mesma via.

No caso da Galeria ́Association for Visual Arts ́ (AVA), é o primeiro Angolano a ser convidado para residência, após o artista ter desenvolvido um projecto de serigrafias em Cape Town em 2017 e este ter chamado a atenção do mundo das artes local. Após esta residencia, o Nelo fará uma exposição das obras criadas durante os dois meses, e irá participar na Feira de Cape Town em 2019.

Como refere Dominick Tanner, Director Geral do ́ELA - Espaço Luanda Arte ́:

“conseguimos obter apoios privados em Angola de forma a garantir estas residencies. Acredito não só na importância enorme que estas plataformas tem no crescimento do Artista e, consequentemente das Artes nacionais, mas no imenso papel diplomático que a Arte Contemporânea Angolana poderá desempenhar na melhoria de relações e actividades entre os três países: Angola, Reino Unido e África do Sul.É importante relevar que o sector de arte contemporânea nacional, pese embora a crise financeira que o país atravessa e o reduzido apoio institucional público, ganha vitalidade como nunca - revelando o enorme potencial caso houvesse de facto esse apoio. Por fim, e no futuro, esperamos que estes exemplos ajudem a garantir não só a atenção, mas eventualmente catalisem o apoio para mais residências de Artistas, e também Curadores e Promotores das artes nacionais em outros países do mundo”.

YonamineYonamine

O Yonamine é representado pelas seguintes galerias: ́Jahmek Contemporary Art ́ (Angola) e ́Cristina Guerra Contemporary Art ́ (Portugal).

O ́ELA - Espaço Luanda Arte ́ encontra-se situada na histórica Baixa de Luanda, no prédio da De Beers, na Rua Rainha Ginga, no87 - 4o piso. Para informações adicionais, por favor contactar:

19.09.2018 | por martalanca | ELA, Nelo Teixeira, yonamine

1ª Paragem: Lisboa

1ª Paragem: Lisboa 

A exposição de arte contemporânea até 11 de Fevereiro, em Lisboa, marca o início de périplo que os artistas vão fazer por Moçambique, Brasil e Angola para expor as suas obras.
“O nosso objectivo com essa exposição é de mostrar à comunidade lusófona o trabalho que estamos a realizar a nível das artes plásticas, sobretudo a pintura a óleo sobre tela”, disse Lino Damião.
Formado em pintura e escultura nas oficinas da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), Lino Damião nasceu em Luanda em Fevereiro de 1977 e trabalha sobretudo em pintura e gravura.
Muito cedo começou a desenhar e pintar, tendo frequentado o curso de desenho no Ex-Barracão, o curso de pintura e a primeira oficina de gravura na UNAP.
Frequentou o atelier do grande mestre Victor Teixeira (Viteix). É membro Fundador da cooperativa Pró-Memória dos Nacionalistas e membro da União Nacional dos Artistas Plásticos. Participou em diversas exposições, das quais se destaca a primeira bienal de jovens criadores da CPLP, na cidade da Praia, Cabo Verde, em 1999, a bienal de jovens criadores da CPLP, no Porto, Portugal, em 2000, no projecto ArteModa-2002, oficina de criação com Kotas e Kandengues, no projecto Galarte no Elinga Teatro, entre 2000 a 2006, e Trienal de Luanda.
Realizou várias exposições individuais com destaque para “Cores, Cómicos e Contrastes”, no Lebistrot Luanda (1999), “Manchas e contornos”, na Galeria Cenarius (2000); “Liberdade”, no laboratório Nacional de Cinema Luanda (2002), e recebeu o prémio de pintura de UNAP, em1998, e menção honrosa do Prémio Ensarte, em1996.
Nelo Teixeira, formado em pintura e escultura, em 2000, participou no Workshop de Pintura em Vidro orientado por Jean Luc no Salão da UNAP. Teve participação cenografia nos filmes “Heroi” e “Cidade vazia”. Participou em várias exposições colectivas na Celamar, Humbiumbi, Elinga Teatro, Soso Arte Contemporânea e Associação 25 de Abril.

12.01.2012 | por martalanca | Limo Damião, Nelo Teixeira