Políticas Culturais em Cabo Verde: Língua, Educação e Expansão

À CONVERSA COM…”  Mário Lúcio de Sousa, ministro da Cultura em Cabo Verde

10 de Março de 2012, Sábado, às 15h30 na Associação Cabo-verdiana - Lisboa
A rubrica “À Conversa com…” tem como propósito fundamental trazer a este espaço de debate e reflexão intelectual, e submeter ao crivo dos “tertulianos”, personalidades distintas do mundo da política, da cultura e das letras, da academia, do mundo empresarial e religioso cabo-verdiano.
O Ciclo de Tertúlias “Cabo Verde em Debate” pretende ser um espaço privilegiado de debate aberto, reflexão intelectual e crítica intersubjectiva entre jovens universitários da diáspora cabo-verdiana em Portugal: um fórum de discussão institucionalizado que irá enquadrar as diversas discussões avulsas e desconjuntadas (conversas de café) sobre o panorama social, político, cultural e académico cabo-verdiano numa única plataforma de diálogo cívico.
Coordenação: Edson Pereira, Evódia Graça, Jailson F. B. Querido, Jorge Nobre, Lesses Cardoso e Suzilene Rodrigues.
Organização: Tertúlia Crioula 
Esta iniciativa conta com o Apoio da Associação Caboverdeana de Lisboa


05.03.2012 | por martalanca | cabo verde, Mário Lúcio de Sousa, políticas culturais

Eu SOU ÁFRICA - 9º episódio MÁRIO LÚCIO DE SOUSA - CABO VERDE

DIA 2 DE ABRIL, 19H, NA RTP2

 

Mário Lúcio Sousa nasceu crioulo, na Ilha de Santiago, em 1964. Ficou órfão de pai aos 12 anos, e de mãe 3 anos depois, juntamente com os seus sete irmãos. Foi adoptado como pupilo pelas Forças Armadas e passou a viver no antigo Campo de Concentração do Tarrafal, de onde saiu para estudar na Praia e mais tarde em Cuba, onde se licenciou em Direito. Regressou a Cabo Verde em 1990, exerceu advocacia e  foi deputado, antes de se dedicar por inteiro às artes. Reivindicou a cultura continental africana para a música, primeiro com o  grupo Simentera e depois a solo, escreveu poesia, teatro e prosa. O seu mais recente romance - Novíssimo Testamento - valeu-lhe o Prémio Carlos de Oliveira. Diz que é no coração que se armazena a sapiência do mundo. Acaba de ser nomeado Ministro da Cultura de Cabo Verde.

 

A letra do Vulcãozinho é o mote para uma estória com a Ilha do Fogo ao fundo, símbolo do seu renascer como artista. Vestido de branco, caminha pelo forte da Cidade Velha com a mesma musicalidade com que depois caminhará pelo antigo campo de concentração do Tarrafal onde viveu nos anos pós-independência. Sem perder a suavidade nos passos e nas palavras, vai desvelando um pouco do seu universo onde sabedoria e poesia são uma só. Assim visitará a família na sua terra natal onde o batuco não pára e os barcos continuamente se lançam ao mar. E num concerto da Praia, com tantos amigos, celebrará a crioulidade, a mesma que junta o tocador de korá com a guitarra portuguesa, e muitos abraços. Na sua casa com vista para a Cidade da Praia - a devida distância para poder pensá-la - conta-nos dos afectos, da língua portuguesa, esse objecto não palpável de união de pessoas, da História que partilhamos, da riqueza humana, desafios de Cabo Verde e do seu compromisso pessoal com a vida.

29.03.2011 | por martalanca | cabo verde, Eu Sou África, Mário Lúcio de Sousa

Parabéns Mário Lúcio!

O escritor cabo-verdiano Mário Lúcio Sousa, autor do romance O Novíssimo Testamento, editado pela Dom Quixote, acaba de ser nomeado para o cargo de Ministro da Cultura de Cabo Verde. Esta não é, porém, a primeira ocasião em que o autor desempenha funções oficiais na área da cultura, uma vez que já foi deputado e tem desempenhado as funções de embaixador cultural de Cabo Verde.
Publicado em Setembro de 2010, O Novíssimo Testamento, que venceu o Prémio Literário Carlos de Oliveira, esteve recentemente em destaque na terra natal do escritor, tendo sido apresentado, por Frei Bento Domingues, em sessões realizadas na Cidade da Praia e no Mindelo
Em O Novíssimo Testamento, recorde-se, o autor dá testemunho da reencarnação de Jesus no corpo de uma mulher - ilhéu e africana - que parece ter vindo inaugurar a Terceira Idade do Mundo, mas não está livre de enfrentar os preconceitos sociais, religiosos e políticos do seu tempo.
Mário Lúcio Sousa nasceu no Tarrafal, Cabo Verde, e é licenciado em Direito pela Universidade de Havana. O Novíssimo Testamentoé o seu primeiro romance editado em Portugal.

(rui breda, pela D.Quixote)

Ler Novíssimo Testamento

21.03.2011 | por martalanca | literatura caboverdiana, Mário Lúcio de Sousa

Lançamento do livro "O Novíssimo Testamento" de Mário Lúcio de Sousa

Centro Cultural Português - Mindelo

09.03.2011 | por martalanca | Mário Lúcio de Sousa

Mário Lúcio Sousa hoje na Fábrica e Braço de Prata, Lisboa

Mário Lúcio Sousa estará hoje na Fábrica e Braço de Prata, pelas 22h00, para apresentar simultaneamente o seu romance O Novíssimo Testamento, vencedor do Prémio Literário Carlos de Oliveira, e o seu novo CD, Kreol, no qual canta e toca com Milton Nascimento, Pablo Milanés, Harry Belafonte e Teresa Salgueiro, entre outros. Prometemos boas palavras e bons sons. Apareçam!

 

21.10.2010 | por martalanca | literatura caboverdiana, Mário Lúcio de Sousa