Noite PRÍNCIPE, 2º aniversário MUSICBOX, 21 de Fevereiro, LISBOA

Sexta-feira, 21 de Fevereiro, a Príncipe – a editora e promotora das Noites homónimas mensais acolhidas no aliado fundamental, desde o primeiro dia, Musicbox - celebra o seu segundo aniversário (com direito a bolo e tudo) numa epopeia nocturna recheada com o seu quadro de honra de artistas que tem vindo a produzir alguma da mais vibrante e inovadora música de dança alguma vez produzida em Portugal, para fruição do planeta, como se tem vindo a comprovar.

Nesta festa, DJ Marfox vs DJ Nervoso, Blacksea Não Maya DJs, DJ Nigga Fox, DJ Firmeza vs DJ Liofox, DJ Maboku vs DJ Lilocox e Niagara, todos subirão ao palco para a extravaganza mais certa a viver numa Noite. Agora, como quando brindamos ao primeiro aniversário, reiteramos o convite ainda mais convictos do seu valor: a todos os nossos amigos que resistem e sobrevivem na capital do outrora dito Império, a todos os curiosos e os de visita, seja qual for a vossa idade, cor de pele, orientação sexual, dinheiro na carteira, roupa no corpo: as Noites Príncipe são para todos os que vêm para dançar música daqui e agora noite adentro esquecendo o mundo lá fora. Saúde!

mais info: Musicbox 

17.02.2014 | por franciscabagulho | batida, Funáná, house, kizomba, kuduro, musica dança, techno

Noite Príncipe 24 de Maio no Musicbox, LISBOA

 

A 24 de Maio a Noite Príncipe é feita com o regresso do fantástico Maboku, daCasa Da Mãe produções, segunda vez de Nigga Fox depois da estreia estrondosa em Abril, e pelo desfecho sempre esperado que só Marfox sabe entregar.

Para os ainda não iniciados, a Príncipe é uma editora de Lisboa, inteiramente dedicada a editar música de dança contemporânea 100% real a ser produzida nesta cidade, nos seus subúrbios, bairros sociais e guetos. Novos sons, formas e estruturas com o seu próprio código de poética e identidade cultural. Queremos certificar-nos que o trabalho incrível que está a ser produzido aqui, seja em house, techno, kuduro, batida, kizomba, funaná, tarrachinha ou noutro novo desenvolvimento estético ainda inominável, deixe de permanecer desconhecido fora dos nossos clubes, telemóveis e quartos. Há um ano e três meses que a editora promove mensalmente uma Noite homónima para celebrar esta música e atitude que toma lugar no cúmplice inexcedível Musicbox.

DJ Maboku Mix para a Noite Príncipe de 24 de Maio 

 

22.05.2013 | por franciscabagulho | batida, Funáná, house, kizomba, kuduro, techno

Rotcha Nú, 15 Julho, LISBOA

Música tradicional caboverdiana (morna, coladeira, funaná, kizomba…). Fundado em Cabo Verde em 1994, este grupo fez um percurso notável no seu país até 1998. A partir dessa época o grupo desintegrou-se por motivos alheios à vontade dos elementos que o constituíam. Hoje, por ironia do destino, a maioria dos elementos do grupo, estão emigrados em Portugal, o que veio a facilitar a recreação do tão almejado grupo Rotcha Nú. Objectivos: conquistar novos palcos em Portugal e não só, lançar um trabalho discográfico com temas inéditos do grupo.

Formação: bateria: Anderson Salomão, baixo: Malaquias Alves/ Vinim Lima,  solo/ acompanahmento/ voz: Tony Salomão, solo e coros: Tito Lopes; cavaquinho/ voz – Tinim Lopes, teclado: Jorge Augusto

Dia 15 de Julho, Zona Franca (Bartô) às 22h30 Entrada Livre.

 

09.07.2012 | por candela | Funáná, kizomba, música Caboverde

Viseu | 30 Junho| Noite Afro- Latina

26.06.2012 | por joanapereira | danças, Funáná, kizomba, kuduro, Portugal, semba, Viseu

Santos Crioulos - noite de Funaná no Café Tati, LISBOA

3ª feira, 12 de Junho, 23h

O Café Tati vai celebrar o Santo António com uma noite de Funaná!

Música para dançar nascida nos meios rurais da ilha de Santiago em Cabo Verde, o Funaná conquistou depois as cidades, espalhou-se pelas outras ilhas e chegou ao estrangeiro.

No caminho foi incorporando novos instrumentos mas no Tati vamos ter a base tradicional do Funaná: a gaita (concertina), o ferro e a voz.

Julinho da Concertina - gaita (concertina)

António Tavares - voz e ferro

A entrada é livre. Café Tati - Rua da Ribeira Nova 36 (nas traseiras do Mercado da Ribeira, Cais do Sodré)  *  tel: 213 461 279

11.06.2012 | por franciscabagulho | Funáná

25 Domingo (In)CONTINENTE Funaná Ribentola no Zona Franca no Bartô - LISBOA

das 22h às 3h no Bartô, Chapitô

Este grupo traz Cabo Verde  da periferia de Lisboa  ao coração da cidade. No ritmo delirante do funaná, com o seu andamento variável e compasso binário, sem esquecer o ferro e a gaita, esta música e dança não deixam ninguém ficar sentado. Sobretudo quando são os Rabentola a dar gás à noite. É caso para perguntar: “bô crê dançá ma mim?” E depois não larga mais.

ENTRADA LIVRE 

20.03.2012 | por martalanca | Funáná