Diponível online | Seminário "Pós-Colonialismo - Um Percurso Teórico", com Prof. Ana Mafalda Leite

No dia 20 Fevereiro realizou-se mais uma sessão dos Seminários CEsA 2014, sobre Pós-Colonialismo - Um Percurso Teórico, com a Professora Ana Mafalda Leite.
A gravação áudio da conferência já se encontra disponível online para consulta, no canal YouTube do CEsA e napágina inicial do site do CEsA.
Para consultar o programa completo dos Seminários CEsA, clique aqui.

Ana Mafalda Leite

22.02.2014 | por martalanca | Ana Mafalda Leite, estudos pós-coloniais

Diponível online | Seminário "Pós-Colonialismo - Um Percurso Teórico", com Prof. Ana Mafalda Leite

Ana Mafalda LeiteAna Mafalda LeiteNo dia 20 Fevereiro realizou-se mais uma sessão dos Seminários CEsA 2014, sobre Pós-Colonialismo - Um Percurso Teórico, com a Professora Ana Mafalda Leite.
A gravação áudio da conferência já se encontra disponível online para consulta, no canal YouTube do CEsA e napágina inicial do site do CEsA.
Para consultar o programa completo dos Seminários CEsA, clique aqui.

22.02.2014 | por martalanca | Ana Mafalda Leite, estudos pós-coloniais

Conferências: Re-ver os Impérios e os Objectos de Fantasia

Série de Conferências 2012: DESLOCALIZAR A EUROPA – Perspetivas Pós-coloniais na Antropologia, Arte, Literatura e História. 

1ª Sessão: 8 de junho 2012, 14:00h – 18:30h. Alameda da Universidade – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa – Sala 5.2 ENTRADA LIVRE

As representações dos impérios tiveram um papel decisivo na auto-representação dos estados-nação europeus, a vários níveis – da imprensa escrita à publicidade, da fotografia, cinema, arquitetura e museus aos objetos do dia a dia. Os artefactos materiais foram, portanto, decisivos para fundamentar e alimentar narrativas de desejo e abjecção, constituindo o ponto de partida para a compilação de um vasto arquivo que ainda determina as narrativas de identidade e pertença nacionais, de inclusão e de exclusão em torno dos estados-nação. Estes artefactos ajudaram, assim, à construção de uma série de projeções e fantasias sobre o “eu” e o “outro” que poderão, ainda hoje, ser relevantes para a compreensão dos limites criados em torno – e dentro – da Europa e do “Ocidente”.

Esta série de conferências tem como principal objectivo propor uma abordagem comparada a estas questões, a fim de estimular uma reflexão multidisciplinar que realce as semelhanças e diferenças, a partir de uma perspetiva historicamente fundamentada, mas atenta aos desafios nossos contemporâneos.

Como é que os artefactos do império determinaram as formas de a Europa se auto-representar? Como é que eles moldaram as formas de representação da Europa e dos seus “outros”? Até que ponto são estas representações ainda relevantes para a definição de “comunidades imaginadas” nacionais e transnacionais? Que papel desempenham estes objetos em questões da memória e da história? Quais são as relações entre o império e o arquivo material e até que ponto são relevantes para as auto-representações nos estados-nação europeus e noutros espaços, na nossa contemporaneidade? Até que ponto determinam estas representações ainda a representação dos imigrantes bem como do “interior” e do “exterior” da Europa e das suas nações? Quais os desafios e a força da cultura visual para os nossos tempos pós-coloniais/neo-imperiais?

PROGRAMA

14:00h_ Recepção e Introdução: Manuela Ribeiro Sanches (FLUL)

14:15h_ James Clifford (UCSC)_ “The Museum as Chronotope. (Dis)Locating Imperial Artifacts”. Isabel Castro Henriques (FLUL)_ “Regard critique sur l’imagerie coloniale portugaise. Pour une histoire comparée de la pensée coloniale”. Moderação: Nélia Dias (ISCTE, IUL)

16:15h_ António Medeiros (ISCTE, IUL) _ “At the ‘Palace of the Colonies’ – Traces of a New Culture in the Garden”. Françoise Vergès (CPMHE)_ “The Museum without Objects. A Space for Cartographies of Invisible Lives”. Moderação: José António Fernandes Dias (AFRICA.CONT, FBAUL)

18:00h_ Debate e Apontamentos Finais

NOTA: As conferências são em inglês e francês

 

29.05.2012 | por franciscabagulho | estudos pós-coloniais

Arquivos do Silêncio: Estilhaços e Memórias do Império

Curso de formação “Arquivos do Silêncio: Estilhaços e Memórias do Império”, CES, Lisboa.

O curso desenvolver-se-á ao longo de dois dias, integrando várias sessões em que se procurarão discutir problemas associados ao ‘desarquivar’ de memórias. A partir das propostas e das inquietações que os estudos pós-coloniais têm trazido, este curso pretende ampliar o questionamento do moderno encontro colonial de modo multidimensional, problematizando o direito às memórias e às verdades históricas, e ampliando a reflexão sobre as formas contemporâneas com que a experiência colonial se manifesta e se reproduz nos nossos dias.
Integrará ainda a apresentação (com a presença da realizadora) do filme Dundo (2009).

+ infos e inscrições

07.06.2011 | por franciscabagulho | estudos pós-coloniais

Colóquio: Identidades, hibridismos, tropicalismos: leituras pós-coloniais de Gilberto Freyre, LISBOA

31 Março e 1 Abril na Universidade Lusófona, Lisboa

04.03.2011 | por franciscabagulho | estudos pós-coloniais, Gilberto Freyre, hibridismo, Identidade, luso-tropicalismo