Cantos do Sul n.º 49

NESTA EDIÇÃO “Áfricas, Jornalismos, Cidadanias” discute responsabilidade do jornalismo no mundo actual 

“Mulheres e desenvolvimento: Auto-emprego e auto-confiança” apresentado n’ODD’11 

Livro “Vozes de Nós” lançado no Huambo 

52 Histórias: em Junho discutem-se liberdades 

“ÁFRICAS, JORNALISMOS, CIDADANIAS” DISCUTE RESPONSABILIDADE DO JORNALISMO NO MUNDO ACTUAL
   A representação de África – ou das Áfricas – nos media europeus, os códigos de conduta que regulam o jornalismo actual e os novos desafios que se colocam aos jornalistas europeus e africanos foram algumas das questões-chave em discussão no debate informal “Conversa com Contextos: Áfricas, Jornalismos, Cidadanias”, organizado pela ACEP no âmbito da quarta edição de Os Dias do Desenvolvimento’11. À mesma mesa, para um debate que durou cerca de três horas, reuniram-se os jornalistas Adelino Gomes (Portugal), Agnelo Regalla (Guiné-Bissau) e Conceição Lima (S. Tomé e Príncipe) e ainda responsáveis de Organizações da Sociedade Civil Fátima Proença, directora da ACEP, e Negesse Pina, o primeiro africano a liderar uma associação académica portuguesa, em Aveiro. “O perigo da história única”, de Chimamanda Adichie, foi o ponto de partida para a discussão. As principais conclusões do debate serão incluídas na publicação final do projecto “Portugal e África: Melhor Cooperação, Melhor Desenvolvimento”, co-financiado pelo Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento, cujo um dos temas-chave é o papel dos media e das organizações da sociedade civil na Cooperação e no Desenvolvimento. Veja fotos da iniciativa no Facebook da ACEP.

07.06.2011 | por martalanca | Africa, cidadania, jornalismo

Conversa com textos _ Áfricas, Jornalismos, Cidadanias, no ISCSP, Lisboa.

OS DIAS DO DESENVOlVIMENTO 16 DE MAiO | 16h30 àS 18h30 | ISCSP LISBOA - PÓLO DA AJUDA
do JORNALISMO Adelino Gomes (Portugal), Agnelo Regalla (Guiné-bissau)e Conceição lima (São Tomé e Príncipe) | da CIDADANIA Fátima Proença (Portugal) e Negesse Pina (São Tomé e Príncipe), entre outros.
Reconhecendo a responsabilidade do jornalismo e da cidadania nas transformações no mundo actual, e nas relações, muitas vezes assimétricas, entre Europa e África, a ACEP organizaum debate informal, em torno de preocupações comuns: desconstruir estereótipos, renunciar ao simplismo e à história única. Uma leitura da escritora nigeriana Chimamanda Adichie, projectada no início do debate, dará o mote à discussão sobre os diversos códigos de comunicação a partir de diferentes contextos, nomeadamente a representação de África – ou das Áfricas – na Europa e a ideia mediatizada da Europa no continente africano.O papel dos media e das organizações da sociedade civil na Cooperação e no Desenvolvimento é um dos temas-chave do projecto “Portugal e África: Melhor Cooperação, Melhor desenvolvimento”, co-financiado pelo Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento.

29.04.2011 | por franciscabagulho | cidadania, desenvolvimento, jornalismo