Oficina de Escrita: a partir do espólio do Museu do Oriente

Com Alexandra Lucas Coelho Sextas | 14 e 28 Julho Horário |  17.00 às 18.30 Preço | €35 euros [2 sessões] Mín./Máx. 20 participantes

Do Norte de África ao Japão vão muitos Orientes e milhares de anos de literatura. Em Julho, vamos ler o épico sumério Gilgamesh. Poema inaugural da criação humana, escrito em tabuinhas de argila há quatro mil anos,Gilgamesh convoca todo o mundo da Mesopotâmia a partir de Uruk, uma das primeiras cidades da história, situada onde hoje é o Iraque, e cenário de sucessivas devastações ao longo da história até à actualidade. A primeira sessão será de apresentação e contexto e a segunda de debate sobre as leituras.

 

Inscrições até 10 Julho.

Sextas | 14 e 28 Julho Com Alexandra Lucas Coelho Horário | 19.00 às 20.30 Preço | €35 euros [2 sessões] Mín./Máx. 20 participantes

Na primeira sessão veremos exemplos de textos curtos escritos a partir de obras de arte/peças de museu, uma tradição com riquíssimos exemplos na literatura de língua portuguesa. Abordaremos também algumas técnicas de escrita. A ideia é que depois os participantes escrevam um texto — poema, mini-conto, crónica — livremente inspirado numa peça do espólio do Museu do Oriente. Na segunda sessão vamos debater esses textos. Inscrições até 10 Julho. 

Alexandra Lucas Coelho é escritora e jornalista. Publicou três romances e cinco livros de não-ficção, vários situados no Médio Oriente e na Ásia Central, regiões que cobriu como repórter (Egipto, Israel/Palestina, Jordânia, Líbano, Síria, Turquia, Iraque, Paquistão, Afeganistão, Índia). Foi correspondente do “Público” em Jerusalém e no Rio de Janeiro. Com o primeiro romance, E a Noite Roda (2012), recebeu o Grande Prémio de Romance e Novela da APE. Seguiram-se O Meu Amante de Domingo (2014) e Deus-dará (2016). Os seus livros de não-ficção cruzam viagem, crónica e reportagem: Oriente Próximo (2007), Caderno Afegão (2009), Viva México (2010), Tahrir (2011) e Vai, Brasil (2013).

09.07.2017 | por martalanca | Alexandra Lucas Coelho, escrita, Museu do Oriente

SESSÕES DJASS #2 Alexandra Lucas Coelho discute "Deus-dará"

A segunda “Sessão Djass” terá como convidada a jornalista e escritora portuguesa Alexandra Lucas Coelho, que nos falará sobre suas pesquisas relativas à escravatura no Brasil realizadas para a escrita de seu último romance “Deus-dará”. Uma conversa em torno do colonialismo português, regime escravocrata no Brasil e seus reflexos nos dias de hoje. 
As “Sessões Djass” são uma iniciativa da Djass – Associação de Afrodescendentes, que propõe um ciclo de conversas, a realizar ao longo do ano, em torno de um filme, de um livro, de uma personagem ou de um autor, sobre temas como racismo, colonialismo, escravatura, discriminação, privilégio, poder, negritude. 
Data: 3 de abril de 2017, 18h30
Local: Bar Tabernáculo, Rua de São Paulo, 218, Lisboa 
Entrada livre.

30.03.2017 | por martalanca | Alexandra Lucas Coelho, Deus-dará

E a noite roda, de Alexandra Lucas Coelho - LISBOA

01.03.2012 | por martalanca | Alexandra Lucas Coelho