Ana Bigotte Vieira

Doutoranda em Estudos Artísticos, Visiting Scholar na NYU-TISCH entre 2009 e 2012. Estudou História Moderna e Contemporânea no ISCTE. Pósgraduação em Ciências da Comunicação: “Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias” (UNL-FCSH). Dramaturgista e investigadora, trabalhou com Gonçalo Amorim, Miguel Castro Caldas/Bruno Bravo, Manuel Henriques, Raquel Castro e Mariana Tengner Barros. Traduziu Mark Ravenhill, Annibale Ruccello, Spiro Scimone, Pirandello e Giorgio Agamben. Integra o grupo de Teoria e Estética das Artes Performativas do CET (FLUL). 

Em 2010, recebeu o Dwight Conquergood registration Award na Performance Studies international (PSi) #17, Utrecht. É co-curadora de Baldio, um espaço de investigação em Estudos de Performance, apoiado pelo programa de Encontros Regionais da PSi e co-editora da revista Jogos Sem Fronteiras. Juntamente com Sandra Lang (CH) tem organizado uma série de eventos discursivos e performativos em torno da relação entre arte e política (16Beaver /NYC, Corner College/Zurich, entre outros). 

Email:

Artigos do autor