domingo (in)continente no Bartô LISBOA

Bartô das 22h às 3h I ENTRADA LIVRE

 

Dia 16 de Dezembro

ilustração de Margarida Botelho ilustração de Margarida Botelho

21h30 I  Lançamento do livro Manual para Incendiários e Outras Crónicas do autor moçambicano Luís Carlos Patraquim, editora Antígona: apresentação de Manuel Portela, leitura de uma crónica por Nelo Santos

 

22h30 I concerto do Projecto Afro-Flash

Uma apaixonante viagem por sons de África: sembas, rebitas e quilapangas entre outros.

 

+++++++++++

 

Dia 23 Márcio Costa


Soul, Funk, Pop e Ritmos africanos compõem o repertório deste concerto de Márcio Costa, que inclui sons de Natal e belíssimos temas originais.

banda:

Márcio Costa – Voz
Roberto da Luz – Piano
Jackson – Baixo
Aluisio – Bateria
Shera – Back Vocal
Glauco – Guitarra

 

 

 

10.12.2012 | par martalanca | luís carlos patraquim, Márcio Costa, música africana

Mulheres de Água, de Luís Carlos Patraquim na Comuna - LISBOA

Após a Digressão Internacional pela Venezuela (Festival Internacional de Teatro de Oriente) e Moçambique (Festival Internacional de Teatro Ahoje é Ahoje), o Bica Teatro traz ao Teatro da Comuna o espectáculo Mulheres de Água, com texto original do escritor Luís Carlos Patraquim e interpretação da actriz Paula Luiz. Serão apenas 8 apresentações, de 22 de Novembro a 02 de Dezembro - Qui a Sáb às 21h30 e Dom às 17h.

Depois da (dupla) homenagem a Sebastião Alba e Carneiro Gonçalves, intitulada Karingana (que estreou no Teatro da Trindade em 2000), Luís Carlos Patraquim cria, desta vez em monólogo teatral – o texto Mulheres de Água.
Monólogo de uma jovem mulher, hoje, na Europa, Portugal. Partir daqui, da circunstância de um corpo em situação. Ela está no palco, com o Ser da voz, a densidade dessa presença, do silêncio para a elocução, criação de mundo. Ela é a fonte, escreveu um poeta. Mas de que águas falará, inumeráveis, tingidas, lívidas, espumosas, agónicas, torrenciais? Jovem mulher aqui, em situação. Comentando-a, devaneando, sonâmbula e lucidamente acutilante. Ela é o dia com a noite dentro… o fio condutor é ela, jovem mulher, corpo e Ser, aqui, hoje, Portugal, em situação.”

Texto Original: Luís Carlos Patraquim
Encenação: Paulo Patraquim
Interpretação: Paula Luiz
Assistência Geral/ Produção: Neto Portela
Realização Plástica: Roberto Chichorro
Cenário Sonoro: Carlos Guerreiro
Apoio Vocal: Sara Belo
Operação de Luz, Som e Vídeo: Bica Teatro e Teatro Turim
Design Gráfico: Gonçalo Marto
Construção de Cena: Renato Godinho e Mário Correia

21.11.2012 | par martalanca | luís carlos patraquim, teatro