Nova galeria do BUALA - Uma delicada zona de compromisso

Vista da exposiçãoVista da exposiçãoExposição a partir do trabalho de Ruy Duarte de Carvalho, inserida no ciclo PAISAGENS EFÉMERAS, dedicado ao escritor, antropólogo, cineasta e pintor.

UDZC, com curadoria de Ana Balona de Oliveira, Inês Ponte e Marta Lança, teve como base o arquivo de material deixado por Ruy Duarte de Carvalho,comissão de obras e exibição de trabalhos dialogantes. 

Em exibição de 10 de Dezembro de 2015 a 7 de Fevereiro de 2016 na Galeria Quadrum, Lisboa, propomos nesta galeria uma visita virtual a alguns dos seus elementos onde quisemos ampliar as contaminações entre os trabalhos. 

Ver aqui.

26.01.2016 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho, Uma delicada zona de compromisso

Residência artística do coreógrafo Rui Lopes Graça na Companhia de Dança Contemporânea de Angola

A Companhia de Dança Contemporânea de Angola recebeu no dia 1 de Dezembro o coreógrafo internacional Rui Lopes Graça, na qualidade de artista convidado, para efectuar uma residência artística. Rui Lopes Graça, que é coreógrafo residente da Companhia Nacional de Bailado, é autor de “Gold”, peça criada para a Companhia Nacional de Canto e Dança de Moçambique, a qual se estreou com grande êxito em 2010 no Teatro Camões em Lisboa.

Paisagens Propícias é o título ainda provisório da obra que este coreógrafo criará para a Temporada 2012 da CDC Angola, a qual será inspirada na vasta produção (literária, artística, cinematográfica e de investigação) do antropólogo angolano Ruy Duarte de Carvalho, dedicada particularmente aos povos do sul de Angola.

Rui Lopes Graça fez os seus estudos de dança nas Escolas do Ballet Gulbenkian e da Companhia Nacional de Bailado, em cujo elenco ingressou em 1985, tornando-se bailarino solista em peças do repertório clássico e contemporâneo.

Como coreógrafo trabalhou para o Ballet Gulbenkian, Companhia Nacional de Bailado, Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo e Companhia Rui Lopes Graça.

Coreografou igualmente para a Expo’98, Porto 2001 Capital Europeia da Cultura, Centro Cultural de Belém e festivais internacionais nos EUA, Holanda, Espanha, Alemanha, Escócia, Itália e Turquia.

Dirigiu ainda grandes eventos como as Noites de Queluz, Festa de Rua no Festival Europália na Bélgica com a participação de 250 pessoas e Embaixada da Juventude à Expo 92, em Sevilha, com a participação de 6000 pessoas.

É convidado regularmente para leccionar e coreografar na Escola Superior de Dança em Lisboa sendo, actualmente, coordenador do projecto Gesto Contínuo, atelier permanente de criação coreográfica da Companhia Nacional de Bailado.

 

Fotografias - CDC Angola©Rui Tavares

07.12.2011 | by joanapires | angola, Companhia de dança contemporânea de Angola, Rui Lopes Graça, Ruy Duarte de Carvalho

depoimento sobre Ruy Duarte de Carvalho

no Festival do Estoril, 2010

 

24.09.2011 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

Nova Galeria BUALA de Ruy Duarte de Carvalho

02.06.2011 | by franciscabagulho | Ruy Duarte de Carvalho

“O QUE NÃO FICOU POR DIZER…” Homenagem a Ruy Duarte de Carvalho

Apresentação de livro com textos inéditos de Ruy Duarte de Carvalho, exposição de aguarelas do autor sobre Luanda, debate e

exibição de filme.

LISBOA, 15 de Abril de 2011

(Sexta-feira)

 Delegação de LISBOA do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra / Centro de Informação Urbana de Lisboa

PICOAS PLAZA, Rua Tomás Ribeiro, 65. Tel. 216 012848

A Associação Cultural Chá de Caxinde, a Faculdade de Economia da Universidade Católica de Angola e o Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra associam-se num programa de homenagem ao grande intelectual e escritor Ruy Duarte de Carvalho falecido em Agosto de 2010.

O programa de homenagem será composto por diversas actividades, incluindo a apresentação de um livro editado pela Chá de Caxinde Angola com textos e intervenções de Ruy Duarte de Carvalho, muitos deles inéditos, uma exposição de aguarelas que nos últimos tempos da sua vida o homenageado vinha produzindo sobre Luanda, para além da exibição de uma longa metragem realizada por Ruy Duarte de Carvalho em 1982, vencedora de diversos prémios internacionais.

As actividades terão cobertura e transmissão em directo para Portugal e países Lusófonos pela RDP-África

 PROGRAMA

 Dia 15 de Abril (Sexta-feira)

Filmes

15:00h  Projecção da longa-metragem de Ruy Duarte de Carvalho Nelisita, 70’, 1982 (vencedor de vários prémios em festivais internacionais, dos quais se destaca o prémio UNESCO no festival de Ouagoudougou em 1984).   

Exposição de Pintura

17:00h – Inauguração de uma exposição de aguarelas de Ruy Duarte de Carvalho sobre Luanda. Esta exposição consiste numa série de aguarelas que nos últimos tempos da sua vida o autor estava a preparar para expor em Luanda.

17:20h – Mesa de abertura

- S. Exa. o Sr. Embaixador de Angola em Portugal, Dr. José Marcos Barrica*

- Dra. Catarina Vaz Pinto (Câmara Municipal de Lisboa – Cultura)*

- Doutor José Castro Caldas (Direcção do Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra)

- Dr. Victor Ramalho (Associação Chá de Caxinde Portugal)

- Dr. Jacques dos Santos (Associação Cultural Chá de Caxinde Angola e Portugal)

18:00h - Apresentação do livro / Debate

“O QUE NÃO FICOU POR DIZER…” Ruy Duarte de Carvalho, In Memoriam.

Apresentação/debate:

Moderador: David Borges

Prelectores:

- Ana Paula Tavares (poetisa)

- Justino Pinto de Andrade (Universidade Católica de Angola)

- Nuno Vidal (CES-FEUC)

- Marta Lança (Jornalista)

- José Sousa Machado (Associação Chá de Caxinde Portugal)

Cocktail de encerramento

20.45h – Jantar de convívio com gastronomia angolana e sessão de apresentação da Associação Cultural Chá de Caxinde Portugal no restaurante “Barra do Kwanza” com música angolana ao vivo.

Mesa de apresentação da Chá de Caxinde Portugal

- Jacques dos Santos (Presidente da Chá de Caxinde Angola e Chá de Caxinde Portugal)

- Victor Ramalho (Chá de Caxinde Portugal)

- Anacoreta Correia (União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa & Chá de Caxinde Portugal)

- Justino Pinto de Andrade (Universidade Católica de Angola)

Entrega do Prémio ao vencedor do II concurso de literatura “Caxinde Conto Infantil”

Entrega do prémio por:

- S. Exa. o Sr. Embaixador de Angola em Portugal, Dr. José Marcos Barrica*,

- Dr. Miguel Anacoreta Correia (União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa)

12.04.2011 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

“O QUE NÃO FICOU POR DIZER…” Homenagem a Ruy Duarte de Carvalho

Apresentação de livro com textos inéditos de Ruy Duarte de Carvalho, exposição de aguarelas do autor sobre Luanda, debate e exibição de filme.

 

LISBOA, 15 de Abril de 2011

(Sexta-feira)

Delegação de LISBOA do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra / Centro de Informação Urbana de Lisboa

PICOAS PLAZA, Rua Tomás Ribeiro, 65. Tel. 216 012 848

Organização: Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Universidade Católica de Angola e Associação Cultural Chá de Caxinde

A Associação Cultural Chá de Caxinde, a Faculdade de Economia da Universidade Católica de Angola e o Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra associam-se num programa de homenagem ao grande intelectual e escritor Ruy Duarte de Carvalho falecido em Agosto de 2010.

O programa de homenagem será composto por diversas actividades, incluindo a apresentação de um livro editado pela Chá de Caxinde Angola com textos e intervenções de Ruy Duarte de Carvalho, muitos deles inéditos, uma exposição de aguarelas que nos últimos tempos da sua vida o homenageado vinha produzindo sobre Luanda, para além da exibição de uma longa metragem realizada por Ruy Duarte de Carvalho em 1982, vencedora de diversos prémios internacionais.

As actividades terão cobertura e transmissão em directo para Portugal e países Lusófonos pela RDP-África

 

PROGRAMA

Dia 15 de Abril (Sexta-feira)

Filmes

15:00h  Projecção da longa-metragem de Ruy Duarte de Carvalho Nelisita, 70’, 1982 (vencedor de vários prémios em festivais internacionais, dos quais se destaca o prémio UNESCO no festival de Ouagoudougou em 1984).    

 

Exposição de Pintura

17:00h – Inauguração de uma exposição de aguarelas de Ruy Duarte de Carvalho sobre Luanda. Esta exposição consiste numa série de aguarelas que nos últimos tempos da sua vida o autor estava a preparar para expor em Luanda.

 

17:20h – Mesa de abertura

- S. Exa. o Sr. Embaixador de Angola em Portugal, Dr. José Marcos Barrica*

- Dra. Catarina Vaz Pinto (Câmara Municipal de Lisboa – Cultura)*

- Doutor José Castro Caldas (Direcção do Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra)

- Dr. Victor Ramalho (Associação Chá de Caxinde Portugal)

- Dr. Jacques dos Santos (Associação Cultural Chá de Caxinde Angola e Portugal)

 

18:00h - Apresentação do livro / Debate

“O QUE NÃO FICOU POR DIZER…”

Ruy Duarte de Carvalho,

In Memoriam.

Apresentação/debate:

Moderador: David Borges

Prelectores:

- Ana Paula Tavares (poetisa)

- Justino Pinto de Andrade (Universidade Católica de Angola)

- Nuno Vidal (CES-FEUC)

- Marta Lança (Jornalista, editora do BUALA)

- José Sousa Machado (Associação Chá de Caxinde Portugal)

Cocktail de encerramento

 

20.45h – Jantar de convívio com gastronomia angolana e sessão de apresentação da Associação Cultural Chá de Caxinde Portugal no restaurante “Barra do Kwanza” com música angolana ao vivo.

 

Mesa de apresentação da Chá de Caxinde Portugal

- Jacques dos Santos (Presidente da Chá de Caxinde Angola e Chá de Caxinde Portugal)

- Victor Ramalho (Chá de Caxinde Portugal)

- Anacoreta Correia (União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa & Chá de Caxinde Portugal)

- Justino Pinto de Andrade (Universidade Católica de Angola)

 

Entrega do Prémio ao vencedor do II concurso de literatura “Caxinde Conto Infantil”

Entrega do prémio por:

- S. Exa. o Sr. Embaixador de Angola em Portugal, Dr. José Marcos Barrica*,

- Dr. Miguel Anacoreta Correia (União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa)

 

Reserva de lugares para o jantar até às 12h do dia 14 de Abril através do mail

chacaxinde.port@gmail.com ou tel. 914861492.

Restaurante Barra do Kwanza, Clube Naval de Lisboa,
Av. Brasília, Doca de Belém, Lisboa.

04.04.2011 | by martalanca | Chá de Caxinde, Ruy Duarte de Carvalho

Encontro sobre Ruy Duarte de Carvalho, em SANTARÉM

16.03.2011 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

Faz lá coragem!

Ouça esta Novembrina Solene, voz de Fernando Alves da TSF, sobre a homenagem a Ruy Duarte de Carvalho que decorreu em Luanda.

Por aqui nós nos preparamos para criar um arquivo digital do autor no BUALA. 

24.02.2011 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

“O que não ficou por dizer…” Homenagem a Ruy Duarte de Carvalho LUANDA

Luanda, Associação Cultural Chá de Caxinde, 15 a 17 de Fevereiro de 2011

O programa de homenagem será composto por diversas actividades, incluindo o lançamento de um livro com textos e intervenções de Ruy Duarte de Carvalho, muitos deles inéditos, uma exposição inaugural de aguarelas que nos últimos tempos da sua vida o homenageado vinha produzindo sobre Luanda, para além de um ciclo de cinema com exibição de documentários, curtas e longas-metragens realizadas pelo Ruy Duarte de Carvalho, uma palestra e uma sessão de poesia.

 

Dia 15 (Terça-feira)

Exposição de Pintura (Espaço da livraria Caxinde)

17:30h – Exposição inaugural de aguarelas de Ruy Duarte de Carvalho sobre Luanda. Esta exposição consiste numa série de aguarelas que nos últimos tempos o Ruy Duarte de Carvalho estava a preparar para expor em Luanda; serão apresentadas cerca de 12 aguarelas subordinadas ao título “Rendição do celibatário I”.

 

18:00h - Lançamento do livro O que não ficou por dizer…

Ruy Duarte de Carvalho, In Memoriam (org. Nuno Vidal)

Moderador - Pepetela

com: Jacques dos Santos, Justino Pinto de Andrade, Nuno Vidal e Rute Magalhães

 

Dia 16 (Quarta-feira) Filmes

15:00h  Nelisita  

18:00h - Tempo Mumuíla 79 – 81 : 93’, Ofícios (39 min.), Ekwenge: iniciação dos rapazes: fase pública (24 min.), Mukumukas (30 min.)

 

Dia 17 (Quinta-feira) Filmes

15:00h Moya: o recado das Ilhas

17:30h - PROGRAMA 3
Angola, 79 – 81 e agora, vamos fazer mais como ? : 76’
Pedra sozinha não sustém panela (36 min.)
O Kimbanda Kambia (40 min.)

Poesia

18:30h: Declamação de poemas de Ruy Duarte de Carvalho por Orlando Sérgio e Miguel Hurst

 

Dia 18 (Sexta-feira) Filmes

15:00h Presente angolano 79 - 81 : 87’

O Balanço do Tempo na Cena de Angola (45 min.)
Ondyelwa: festa do boi sagrado (42 min.) 

 

19:00h – Mesa redonda sobre o percurso de RDdC enquanto homem e artista, com António Ole (Pintor), João Sá (Arquivo Histórico Nacional), Filipe Correia de Sá (Jornalista) e Rute Magalhães.

 

03.02.2011 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

ouvir Ruy Duarte de Carvalho


foto Nuno Ferreira Santos, 2007foto Nuno Ferreira Santos, 2007Acredita que o sul é que vai ditar a dinâmica do tempo que está para vir e diz que o que separa o norte do sul não é uma questão de espaço é uma questão de tempo. O escritor e antropólogo angolano Ruy Duarte de Carvalho é o convidado de Carlos Vaz Marques.

Pessoal e Transmissível

27.11.2010 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

Vamos Lá Visitar o Ruy.com

Leitura encenada de poemas e textos da obra de Ruy Duarte de Carvalho de Orlando Sérgio e Miguel Hurst.

Ao ler os pensamentos deste “homem dos sete instrumentos”, decidimos compartilhar as nossas interpretações com um público mais vasto tentando assim prestar, de uma forma humilde, homenagem não só ao homem mas principlamente às ideias que depois de impressas se tornaram eternas como a areia dos desertos que tanto serviram de leito para este ser tão colorido.

Nesta leitura encenada, queremos num “Work in Progress”, ou seja uma experiência, longe de ter o seu fim, deambular em III TOMOS, entre letras e imagens, entre dunas e marés, entre nós e este ícone das letras angolanas.

TOMO I     04 de Nov. 2010
TOMO II    18 de Nov. 2010
TOMO III   Jan de 2011 
Sempre às 21H00 
no Cine Nacional (Chá de Caxinde), no âmbito da II TRIENAL DE LUANDA



15.11.2010 | by franciscabagulho | Ruy Duarte de Carvalho

Ruy Duarte de Carvalho homenageado no Festival do Estoril

IN MEMORIAM - RUY DUARTE DE CARVALHO

QUINTA-FEIRA, DIA 11, 20H30, CASA DAS HISTÓRIAS – PAULA REGO

E à lista daqueles meus próprios antepassados que entendo veneráveis vou acrescentar os mortos que eu queira, porque dá para fazer, contemporâneos meus que lá onde estiverem, se puderem, eu sei que são capazes de dar um  jeito daqui para a frente. (Ruy Duarte de Carvalho, Desmedida)

Em jeito de despedida, o Festival presta as suas honras a este amigo, grande senhor da lusofonia,
pelo que o convidamos a estar presente na Casa das Histórias Paula Rego, dia 11 de Novembro, Quinta-feira.

Keep reading "Ruy Duarte de Carvalho homenageado no Festival do Estoril"

09.11.2010 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

homenagem ao Ruy Duarte de Carvalho em Luanda

VAMOS LÁ VISITAR PASTORES
leitura encenada
Ao ler os pensamentos deste “homem dos sete instrumentos”, decidimos compartilhar as nossas interpretações com um público mais vasto tentando assim prestar, de uma forma humilde, homenagem não só ao homem mas principlamente às ideias que depois de impressas se tornaram eternas como a areia dos desertos que tanto serviram de leito para este ser tão colorido.
Nesta leitura encenada, queremos num Work in Progress, ou seja uma experiência, longe de ter o seu fim, deambular em III TOMOS, entre letras e imagens, entre dunas e marés, entre nós e este ícone das letras angolanas.
TOMO I        04 de Nov. 2010
TOMO II    18 de Nov. 2010
TOMO III    Jan de 2011 às 21H00 no Cine Nacional (Chá de Caxinde), no âmbito da II TRIENAL DE LUANDA
pelos actores angolanos Orlando Sérgio e Miguel Hurst  
VAMOS LÁ VISITAR O RUI

ideia original de Orlando Sérgio

03.11.2010 | by martalanca | Orlando Sérgio, Ruy Duarte de Carvalho

Prémio Nacional de Cultura - Angola

O escritor Ruy Duarte de Carvalho, falecido em Agosto na Namíbia, foi distinguido a título póstumo ontem, em Luanda, com o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de literatura.
Os vencedores do prémio foram anunciados em conferência de imprensa promovida pelo Ministério da Cultura. O júri, presidido por Zavoni Ntondo, distinguiu igualmente Virgílio Coelho, Mestre Makiesse, Núcleo de Artes Pitabel, Zeze Gambôa, Bonga e Grupo Ntunga Nzola.
Na categoria de Literatura, o júri decidiu atribuir o prémio, a título póstumo, a Ruy Duarte de Carvalho, falecido em Agosto na Namíbia aos 69 anos. O presidente do júri, Zavoni Ntondo, disse que o prémio foi atribuído pela dimensão antropológica da sua produção literária, onde se destaca, com especial relevo, o traço pastoril dos Cuvale. “Trata-se de um escritor que pela sua dimensão artística merece este reconhecimento”, frisou Zavoni Ntondo, acrescentando que Ruy Duarte de Carvalho produziu de forma esmerada poesia e ficção.
Com as obras “Em busca de Kabasa: Estudos e reflexão sobre o Reino do Ndongo” e “Os Túmúndóngó, os génios da natureza e o Kilamba”, o antropólogo Virgílio Coelho venceu na categoria de Investigação em Ciências Humanas e Sociais. O presidente do júri, Zavoni Ntondo, referiu que a escolha de Virgílio Coelho se deve à pertinência e ao interesse dos trabalhos para o estudo científico da organização político administrativa do Reino do Ndongo e socioeconómica e religiosa dos túmúndóngó. “Estes dois estudos contribuem para o conhecimento profundo da história do Reino do Ndongo”, disse.

Keep reading "Prémio Nacional de Cultura - Angola "

02.11.2010 | by martalanca | Prémio nacional de cultura, Ruy Duarte de Carvalho

Um excerto de "Desmedida"

“E aproveito este remate para dizê-lo assim: vim cá e experimentei sempre um sentimento de filho pródigo ciente daquilo que enquanto pessoa deve ao Brasil pelo que muio cedo na vida o Brasil lhe deu a ler, a ouvir, a aprender, a ver e a imaginar.

E sediei em São Paulo com o entusiasmo e a aplicação de quem todos os dias confirma estar usufruindo o privilégio de pisar e respirar um lugar de eleição, até no que toca à produção do inédito, e com a consciência de que “estamos juntos”, quer uns possam gostar e outros não.

Acho mesmo que estamos juntos de tantas e tão evidentes maneiras que até uma vez mais pode parecer impertinência aludir sequer a isso…”

p. 397, Ruy Duarte de Carvalho, Desmedida: Luanda, São Paulo, São Francisco e volta, Rio de Janeiro: Língua Geral, 2010 (Col. Ponta de Lança).

Rio S. Francisco, BrasilRio S. Francisco, Brasil

15.10.2010 | by martamestre | Ruy Duarte de Carvalho

Ruy Duarte de Carvalho fala sobre Nelisita

07.10.2010 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

Desmedida

Já está disponível nas melhores livrarias do Brasil a edição brasileira de DESMEDIDA, de Ruy Duarte de Carvalho, pela Editora Língua Geral.


24.09.2010 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

Sul

23.09.2010 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

mais uma conferência do Ruy

21.09.2010 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho

literatura e antropologia: possíveis interferências - Ruy Duarte

14.09.2010 | by martalanca | Ruy Duarte de Carvalho