VENTO SUL | 2 concertos 7 & 15 Setembro

o1. CONCERTO 7 Set. | 22h ZULU SOUND TALES

Guy Buttery & Nibs Van Der Spuy €10 BILHETES

Guy Buttery e Nibs Van der Spuy (África do Sul) actuaram nos principais palcos e festivais na Europa e no Reino Unido para a promoção do seu último SAMA álbum “In the Shade of the Wild Fig”, mas é agora através de VENTO SUL que esta dupla se apresentará pela primeira vez em Portugal.

Receberam o prestigiado prémio Standard Bank Ovation Award no The National Arts Festival. Este prémio levou a que os seus concertos na África do Sul e na Europa se esgotassem, recebendo críticas excepcionais. 

Van der Spuy e Buttery foram posteriormente convidados a actuar com a Orquestra Filarmónica KZN, de 52 elementos, considerada “a maior orquestra de África” e, tendo sido este evento nomeado como o “melhor concerto ao vivo do ano” pelo The Cape Times.

“Uma descoberta! Toques Clássicos, Melodias Zulus e a uma voz magicamente vibrante” (LE MONDE, FRANCE)

Info + 351 213 010 510 

GUY BUTTERY

“Guy Buttery é uma espécie de nacional”, afirmou um dos mais importantes da África do Sul - O Mercúrio. This fan indies, inter, multi-instrumentistized, and, and, Os EUA, Reino Unido, Austrália, França, Brasil e Itália já estão disponíveis após. No entanto, simplesmente rotular Guy Buttery apenas como um dos fenómenos musicais da África do Sul seria uma injustiça. O seu sucesso não é restrito a um instrumento de música internacional, mas o seu talento eleva-se a um dos seus fundamentos da música sul-africana, inspirando pessoas em todo o mundo com o seu estilo, talento e tenacidade.

Aos 18 anos de idade, seu álbum de estréia foi nomeado como o “Melhor Recém-Chegado” e “Melhor Instrumental” no South African Music Awards (SAMA), tornando-se mais jovem candidato a história do evento. Guy then colecionou duas SAMA’s em 2010 e novamente em 2014. Além disso, entregou as grandes premiações, incluindo o Ovation Award por suas performances ao vivo no Festival Nacional de Artes, e foi homenageado com mais aqueles prémios de prestígio do que qualquer outro artista.

Buttery tem colaborado com uma diversao de artistas, incluindo Dave Matthews, Jethro Tull, Vusi Mahlasela, o vencedor do Grammy Will Ackerman, Salif Keita, Reed Preston, Kaki King, Violent Femmes, Jon Gomm e muitos outros.

Os meios de comunicação citaram-no como “um dos melhores expoentes da guitarra no mundo”. De Guy Buttery espere as altas estéticas, grooves profundos, inflexões africanas muito delicadas e um toque de guitarra de forma totalmente único.

NIBS VAN DER SPUY

Nibs van der Spuy é um dos mais extraordinários e excitantes guitarristas e exportadores do mundo a sair da África do Sul. Cresceu na fértil província de Kwa-Zulu Natal, onde mergulhou no seu ambiente natural para formular um som verdadeiramente profundo e original. Ele cresceu a ouvir os Beatles e aprendeu a tocar com guitarristas tradicionais – Zulu Maskandi, que ele rapidamente absorveu esta melodica tapeçaria sonora e seus vibraçoes além fronteiras.

Após de tocar durante anos, música tradicional na África do Sul e reunir um público fiel, e após uma pausa sobre ao palco para tocar com Crosby, Stills e Nash em sua digressao sul-africana de 1996. Posteriormente, assinou com SHEER (South African World Music), onde lançou mais de 10 álbuns.

Seu terceiro álbum a solo – BEAUTIFUL FEET recebeu elogios altamente aclamados em todo o mundo, onde foi o álbum do mês em quatro publicações alemãs e a escolha da semana pela RADIO FRANCE FIP. 

Nibs continua a espalhar sua beleza musical pelo mundo, onde ele tem vindo a partilhar palcos com nomes como Ben Harper, Bonnie Raitt, Taj Mahal, Gito Baloi, Joe Joe Phelps, Piers Faccini, Phillip Henry e Hannah Martin e Shawn Phillips. O seu último album colaborativo – In the shade of the wild fig, fá-lo com  o seu grande amigo e colaborador, Guy Buttery. 

O último albúm a solo – NATALIA, foi produzido pelo consagrado produtor Mark Tucker (que trabalha com Portishead, PJ Harvey, Jethro Tull). Actualmente, está a preparar o seu próximo álbum inspirado pela costa de Lisboa.

***

01.  CONCERT 7 Sept | 10pm

ZULU SOUND TALES Guy Buttery &  Nibs Van Der Spuy

Buttery and Van der Spuy have toured many of the major festivals and venues throughout Europe and the UK in promotion of their SAMA nominated album, “In the Shade of the Wild Fig”, but is through VENTO SUL that they are performing for the first time in Lisbon (Portugal).

The duo has also won the very prestigious “Standard Bank Ovation Award” at The National Arts Festival. These accolades led to further sold out performances at numerous festivals and concert halls in both South Africa and in Europe receiving rave reviews for both their live show and their recorded work. Van der Spuy and Buttery were then invited to perform with the 52 piece KZN Philharmonic Orchestra, dubbed “Africa’s greatest orchestra” and were later voted “Top Live Show of the Year” by The Cape Times.

“Excellent! A voice full of wonder and humility of the songs it sings.” (ROLLING STONE MAG) **** 

GUY BUTTERY

“Guy Buttery is something of a National treasure”, says South Africa’s leading newspaper The Mercury. As an internationally recognised musician, this multi-instrumentalist enjoys invitations to play sell-out performances all over the globe. The USA, UK, Australia, France, Brazil, and Italy have all welcomed him back year after year. However, to simply label Guy Buttery as one of South Africa’s musical phonemes would be an injustice. His international role has surpassed merely performing concerts to foreign audiences. It has evolved into one as an ambassador of South African music, inspiring people across the world with his homegrown style at the very heart of his talent and tenacity. Guy’s distinct unification of South African guitar music is the musical advocate for everything positive and beautiful about the place he calls home. 

At the age of 18, Guy Buttery’s debut album was nominated for ‘Best Newcomer’ and ‘Best Instrumental’ at the South African Music Awards (SAMA’s) making him the youngest nominee in the history of the event. Guy then went on to collect two SAMA’s in 2010 and again in 2014. He has also received numerous other major National accolades including the Ovation Award for his live performances at the National Arts Festival, and has been honoured with more of these prestigious awards than any other artist.

Buttery has worked with an incredible myriad of artists including Dave Matthews, Jethro Tull, Vusi Mahlasela, multiple Grammy Award Winner Will Ackerman, Salif Keita, Preston Reed, Kaki King, The Violent Femmes, Jon Gomm and countless others. The media has cited him “as one of the finest exponents of the acoustic guitar in the World.” Expect high dynamics, deep grooves, delicate African inflections and mind-bending guitar playing of an entirely new order.

NIBS VAN DER SPUY

Nibs van der Spuy is one of the most extraordinary and exciting, world acoustic guitarists and exports to come out of South Africa. Raised in the fertile province of Kwa-Zulu Natal, Nibs immersed himself in his natural environment to formulate a truly consummate and original sound. Growing up with the Beatles and learning first hand from traditional Zulu Maskandi guitarists, he quickly soaked up a rich tapestry of his close surroundings and beyond.

After playing the local folk scene around South Africa for years and gathering up a loyal following, his big stage break came after supporting Crosby, Stills and Nash on their 1996 South African tour. After that he was signed to the SHEER (South African World Music label) where he has released over 10 albums.

His third solo release, BEAUTIFUL FEET received highly acclaimed accolades around the world where it was album of the month in four German publications and RADIO FRANCE FIP pick of the week. Nibs continues to spread his musical beauty around the world where he has shared stages with the likes of Ben Harper, Bonnie Raitt, Taj Mahal, Gito Baloi, Kelly Joe Phelps, Piers Faccini, Phillip Henry & Hannah Martin and Shawn Phillips and recording the critically acclaimed, ‘In the shade of the wild fig’, with long-time friend and collaborator, Guy Buttery. Nibs’ latest release,’ NATALIA’, was produced by world renowned producer 

Mark Tucker (Portishead, PJ Harvey, Jethro Tull). Besides working on material for an upcoming album on the Lisbon Coast.

 o2. CONCERTo 15 Set. | 19h

CONVERGENCE Tcheka & João Ventura

€10 BILHETES

VENTO SUL tem o prazer de apresentar o primeiro concerto oficial dos músicos Tcheka e João Ventura. Juntos, trazem  os seus estilos distintos para esta colaboração extraordinária que flutua por um cenário auditivo dinâmico e emocionante, cheio de ritmos e melodias que abrangem todas as sensibilidades e que nos deixam ‘a flór da pele.

Tcheka (Cabo Verde) criou um estilo único e requintado que é um testemunho de influências globais que ele abraçou. A sua essência é impossível de entender, quanto mais de definir - ele não é modernista nem tradicionalista, e a sua música resiste a qualquer categorização ou comparação fácil. Enquanto faz referência a vários gêneros de Cabo Verde, a sua música também é um cruzamento de pop Brasileiro e Africano, formas tradicionais, folk, jazz, blues, rock, literatura, antropologia e cinema. Nunca é apenas cabo-verdiano, e nunca é só música, mas é sempre cativante.

João Ventura (Brasil) nasceu rodeado por uma família de artistas e,  começou a tocar piano aos quatro anos e começou a estudar música clássica aos nove anos. Atualmente está a completar o seu doutoramento em Portugal. Apesar dos freqüentes estudos com foque na música clássica, Ventura mantém um contato próximo com a música popular. Estes dois tipos de música sempre foram encarados por Ventura, como complementares e assim, decidiu misturar e fundir os dois, criando um som peculiar e autêntico ao que ele chamou de Contraponto.

o2. 15 Sept | 7pm CONVERGENCE Tcheka & João Ventura €10 tickets 

VENTO SUL is pleased to present the first official collaborative concert of the musicians Tcheka and João Ventura. Together they will bring their distinct styles to this wonderful collaboration that floats through a dynamic and exciting aural scenery filled with rhythms and melodies that embrace all sensibilities.

Tcheka (Cape Verde) has created an unique and exquisite style that is a testament to the global influences he has embraced. His essence is impossible to grasp, let alone pin down – he is neither modernist, nor traditionalist, and his music resists any easy categorization or comparison. While referencing multiple genres from Cape Verde, Tcheka’s music is also a busy intersection of Brazilian and African pop, traditional forms, folk, jazz, blues, rock, literature, anthropology and film. It is never just Cape Verdean, and it’s never just music, but it’s always captivating.

João Ventura (Brazil) was born into a family of artists. He started playing the piano at the age of four and began studying classical music at nine. He is currently completing his doctorate in Portugal. Despite frequent studies of classical music, Ventura has always maintained close contact with popular music. He always saw the two types of music as complementary and decided to mix and fuse the two, thus creating a peculiar and authentic sound which he has named Contraponto.

Local/Venue | Espaço Espelho d’Água

Av. Brasília, 1400-038, Lisboa,Portugal 

(JUNTO AO Padrão dos Descobrimentos)

Info / BILHETES  + 351 213 010 510 

theceraproject@gmail.com I www.ceraproject.com

info@espacoespelhodeagua.com

www.espacoespelhodeagua.com

27.08.2019 | by martalanca | concertos, Vento Sul

Africadelic na Rádio - Rádio FM Stereo (96.5)

Sábado, dia 25 de Maio ( Dia de África), a Rádio FM Stereo (canal musical do grupo RNA), apresenta uma programação especial, dedicada totalmente ao continente berço,  das 10h00  às  22h00, nos seus 96.5 em fm.

Programa
10h00 – 16h00 - África 50 Anos de Música | Selecção músical de Afrikanita | Alain Saragossa | Aline Frazão | Dodó Miranda | Fernando Alvim | Ismael Mateus | Miguel Neto |Otiniel Silva | Paulo Flores | Sebastião Lino.

17h00 – 22h00 | Música  Ao Vivo
Coca FSM | Banda Contraste | Irina Vasconcelos | Jack Nkanga | Kizua Gorgel | N’Guami Maka | Toty Sa’Med.

DJ Set + Live Act
Ricardo Alves DJ & Dalú Roger Percussão.

Ingressos | Pagos.

Produção | RPR & Mano a Mano Produções
Rádio FM Stéreo | Rua Luther King 123 / 124

Adjacente ao Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR), Luanda.

23.05.2013 | by herminiobovino | concertos, Luanda, música, Rádio FM Stereo

22 Junho: Farra Fanfarra no Armazém do Chá

21.06.2012 | by joanapereira | armazém do chá, concertos, música

9 Junho - Big Youth + Warrior King no Room5, Lisboa

06.06.2012 | by joanapereira | concertos, lisboa, música, reggae

programa ZONA FRANCA 1ª semana de dezembro

mais uma série de concertos e actividades no zona franca.
para combater o frio de dezembro juntemo-nos no calor da dança e música

 

 

02.12.2011 | by martalanca | concertos, zona franca

Concertos do Luíz Avellar Trio e Paula Oliveira

O mês de Novembro de 2011 vai ficar na história do Jazz em Angola. Nos dias 25 e 26, sexta e sábado, às 20h30 e 21h00, respectivamente, na sala Luanda do Hotel Trópico, a Escola de Música e Editora Mimbu inscreve o seu nome na lista dos organizadores de concertos de Jazz, associada à já veterana j.j.jazz, Lda, de Jerónimo Belo, que terá a seu cargo a produção executiva.

Luíz Avellar é pianista e compositor brasileiro, amplamente reconhecido nos palcos internacionais, radicado em Portugal há alguns anos.

Iniciou as aulas de piano aos 6 anos de idade. Vilma Graça, Sónia Maria Vieira, Sérgio Vienna, Leida Swarzman e Marcelo Alvarenga foram os professores que contribuiram para o desenvolvimento da sua maturidade e competências técnicas.

Em 1976, estudou Orquestração na Mannes School of Music em New York. Dois anos mais tarde, deu início a uma longa trajectória como pianista e arranjador de grandes nomes da música brasileira. Entre eles, figuram Djavan, Gal Costa, Simone e Milton Nascimento. Em paralelo, o pianista surge ao lado de variadíssimos nomes do panorama Jazz internacional: Billy Cobham, Toots Thielemanns, Enrico Rava, Phil Woods, Ernie Watts, Wayne Shorter, Flora Purim e Airto Moreira, são algumas referências.

Participou, também, na gravação de vários discos com muitos artistas, colaborando com composições originais.

Em 1994, lançou o primeiro disco solo intitulado “Bons amigos”, no qual contou com a participação de Hermeto Pascoal, Paulo Moura e Robertinho da Silva, entre outros nomes da música instrumental brasileira. Ao todo, contabilizam-se na discografia de Luíz Avellar 14 discos, 10 dos quais pertencentes a um projecto de piano em homenagem a vários artistas brasileiros. Colaborou, ainda em várias bandas sonoras de filmes e séries de TV.

Nestes concertos em Luanda, Luíz Avellar tocará algumas das suas composições já gravadas em piano solo no disco “Contrastes”, recentemente editado em Portugal e terá como companheiros o baterista Alexandre Frazão e, no contrabaixo, Bernardo Moreira. Estes são dois músicos que Luanda conhece bem, pelas saudades que deixaram quando aqui se apresentaram em 2007.

A abordagem musical deste trio caracteriza-se por uma grande firmeza e criatividade, improvisação livre e solta. É um trio de grande dinamismo, que cultiva uma arte dançante e singular que se transforma numa verdadeira explosão musical.

O Trio acompanhará a convidada Paula Oliveira, uma das grandes referências do Jazz cantado em Portugal, uma “jazz singer” de mão cheia. A sua voz quente e melodiosa já se fez ouvir e aplaudir em vários países, em festivais e concertos.

Espanha, Alemanha, Itália, Suíça, Dinamarca, Estados Unidos da América, Tailândia, Indonésia, Moçambique e Guiné-bissau foram alguns dessses países.

Os concertos constituirão uma oportunidade excelente para se conviver com a arte do trio: piano, bateria e contrabaixo, que está muito longe de ter esgotado todas as suas possibilidades e, igualmente, para se apreciar a voz de um nome importante do Jazz cantado.

Tudo indica que, nos dias 25 e 26 de Novembro de 2011, a sala Luanda, do Hotel Trópico, testemunhará momentos musicais únicos e imperdíveis, que marcarão a entrada da Mimbu no mundo do espectáculo pela porta grande e confirmarão a excelência da produção a que a j.j.jazz já habituou o seu público.

14.11.2011 | by joanapires | concertos, Luanda

Allatantou African Soirée

A Allatantou Dance Company é uma escola/companhia de dança e percussão da costa ocidental africana criada na Gâmbia na década de 70. Chegou à Europa nos anos 80, criando raízes e difundindo-se por vários países, incluindo Portugal, onde é representada por Joana Peres e João Marques e onde, desde 2006, vem divulgando as tradições e a herança cultural da costa ocidental africana, através de espectáculos e animações, workshops para adultos e crianças e aulas de dança e percussão.
Para dar continuidade à tradição (unicamente oral) que se mantém nesses países, a Allatantou procura preservar os cânticos, ritmos e danças de alguns grupos étnicos da costa ocidental africana. Os seus espectáculos visam também servir de suporte para acções sociais junto das populações da Guiné.
Num serão que traz o melhor de África até si, a Allatantou celebra 5 anos de existência  em Portugal, para tal temos como convidado o seu fundador Abdoulaye Camara.
A soirée decorrerá sexta-feira, dia 21 de Outubro, pelas 20h, no Breyner 85, na Rua do Breyner nº 85 (a Cedofeita)

PROGRAMA
JARDIM
19h30- Receção
20h00- Jantar africano (Prato de Peixe ou Prato Vegetariano + sobremesa)
21h30- Espetáculo ALLATANTOU DANCE COMPANY, com Abdoulaye Camara (Guiné/Suécia)
22h15-  Projeção de filmes e Tertúlia sobre Cultura Africana “Contemporaneo VS Tradicional”, convidado especial Abdoulaye Camara, participação de Joana Peres
23H30- AFRO MUSIC DJ Set, Sista Irie
INTERIOR
24h00- SANKALPA
24h45- WORLD MUSIC DJ Set, Tiago Nalha & Rasheed
02h00- REGGAE SELECTION, Selectas Romano,Peninha, VG & Cupido

Soirée c/ jantar - € 10 (€3 consumiveis)
Soirée s/ jantar-  € 6 (€3 consumiveis)
NOTA- Jantar só com marcação até dia 21 Out. até às 11h, Telm. 914406407 ou 916379153;

Com a sua presença na ALLATANTOU AFRICAN SOIRÉE estará a contribuir para a 2ª fase da construção do Projecto Forno Comunitário na Ilha de Room, Rep. Guiné, projecto iniciado pela Allatantou Associação Cultural em Janeiro de 2011.

19.10.2011 | by joanapires | concertos, documentários, jantar africano, tradição

Colloque internacional: Revisiter l'histoire des musiques modernes d'Afrique - Retour aux sources

Keep reading "Colloque internacional: Revisiter l'histoire des musiques modernes d'Afrique - Retour aux sources"

17.10.2011 | by joanapires | concertos, conferências, exposição, filmes

Agenda Cultural da Semana 28 de Setembro - 4 de Outubro MAPUTO

Esta semana, o Contador de Histórias, Rafo Diaz, realiza uma apresentação especial do espectáculo “A musicalidade das palavras” na Faculdade de Letras e Ciências Sociais da UEM em lançamento da Segunda Oficina de Narração Oral Cénica. Sexta-feira às 10:30h. Inscrições abertas.

Agenda Cultural da Semana
28 de Setembro - 4 de Outubro MAPUTO


Quarta-Feira, 28 de Setembro

• VII Jornadas de linguística e radiodifusão. 8:30h-18h. “Jornalismo e línguas moçambicanas”. Rádio Moçambique.
• Jazz Rigoroso. 18h. Waterfront. Consumo mínimo de 200 Mt.
• Concerto. 18:30h Electronic Nu Jazz Trio. Dolce Vita.
• Concerto. 19:30h Música clássica com Stefan Louw, Setella Mendoça, Sónia Mocumbi e Krisztina Wajsza seguido de jantar. Salão Nobre do Hotel Polana.
• Concerto. 22:30h. Quartas de reggae. Gil Vicente Bar. 

Quinta-Feira, 29 de Setembro
• VII Jornadas de linguística e radiodifusão. 8:30h-18h. “Jornalismo e línguas moçambicanas”. Rádio Moçambique.
• Documentário. 17:30h “Li Ke Terra”, um documentário de Filipa Reis, João Miller Guerra e Nuno Baptista. Instituto Camões (Pátio Exterior).
• Fotografia. 18h Inauguração exposição Projecto 30, uma iniciativa moçambicana de fotografia via Facebook. Instituto Camões.
• Documentário. 18:25h “Avó (Muidumbe)” e “Nshajo (o Jogo)” de Rachel Schefer. Instituto Camões (Pátio Exterior).
• CafeKultur. 18:30h Relembrando Loriot Abend, humorista alemão, com peça e filme dele. ICMA/Goethe Zentrum.
• Documentário. 18:45h “Itoculo 2009” de Nuno Ventura Barbosa. Instituto Camões (Pátio Exterior).
• Concerto. 19h. João Cabral trio. Aquarius Bar  (Polana Serena Hotel).
• Música. 22h. Music is a weapon – Dj & percussão. Mafalala Libre.
• Concerto. 22:30h. Música ao vivo. Gil Vicente Bar.

Sexta-Feira, 30 de Setembro
• Roteiro turístico. 9h-11h. Roteiro turístico na periferia de Maputo. Bairro da Mafalala. Marcações: 842943070/824180314
• Contos. 10:30h. Apresentação especial “A musicalidade das palavras” com Rafo Diaz, para o lançamento da Segunda Oficina de Narração Oral Cénica. Anfiteatro 1502, FLCS-UEM.
• Literatura. 17h. Lançamento do livro: “A cidade subterrânea” de Martins Mudender e sarau Cultural. AEMO.
• Concerto. 18h. Música ao vivo. Restaurante Lanterna.
• Concerto. 18h. Waterfront. Consumo mínimo de 200 Mt.
• Teatro. 18:30h “ Destinos trocados”. Cine-teatro Gilberto Mendes.
• Roteiro turístico. 18:30h-23:30h. Roteiro turístico Mafalala by night: Jantar tradicional e concerto na Mafalala. Bairro da Mafalala. Marcações: 842943070/824180314
• Concerto. 19h. Ecarte-Jazz: Chico António e Chude Mondlane. Museu de Historia Natural. 200 Mzn/ Estudantes 100 Mzn.
• Concerto. 21h. Xitende e amigos. Xima.  
• Concerto. 22h. João Cabral ao vivo com Xixel, Samito Tembe e mais. Cena Loca.
• Concerto. 22:30h. Ragga, reggae e hip hop com Abba Meskel, convidados Jazz P e YPG. Gil Vicente Bar. 200 Mzn.
• Concerto. 23h. Lena Baule ao vivo. Mafalala Libre.

Sábado, 1 de Outubro
• Roteiro turístico. 9h-11h. Roteiro turístico na periferia de Maputo. Bairro da Mafalala. Marcações: 842943070/824180314
• Concerto. 15h. Jazz ao vivo para sobremesa: Filipinho Jazz Trio. Cena Loca.
• Concerto. 16h. Jazz/Afrojazz. Restaurante Lanterna.
• Teatro. 16h. “Os bastidores da notícia”. Cine-teatro Gilberto Mendes.
• Teatro. 18:30h. “ Destinos trocados”. Cine-teatro Gilberto Mendes.
• Concerto. 18:30h. Waterfront. Consumo mínimo de 200 Mzn.
• Concerto/Dança. 22h. Lula Salas, Amável Pinto e Genito Rasta. Cena Lóca.  
• Concerto. 22h. Mingas ao vivo. Xima.  
• Música. 23h. Dj Mónica Seidl (Portugal). Coconuts. 500 Mzn.
• Jam Session. 23h. Gil Vicente Bar.

Domingo, 2 de Outubro
• Roteiro turístico. 9h-11h. Roteiro turístico na periferia de Maputo. Bairro da Mafalala. Marcações: 842943070/824180314
• Teatro. 16h. Os bastidores da notícia. Cine-teatro Gilberto Mendes.
• Concerto. 18h. Jazz ao vivo. Dolce Vita.
• Teatro. 18:30h. “Destinos trocados”. Cine-teatro Gilberto Mendes.
• Concerto. 18:30h. Música ao vivo. Núcleo de Arte.
• Concerto. 19h. Salimo Mohamed. Xima Bar.   
• Ocupações Temporárias. 22h. Último dia de “Ocupações Temporárias 20.11” arte contemporânea com instalações de Camila de Sousa, Azagaia, Shot-B, Branquinho e Jorge Fernandes. Faculdade de Medicina, Av. OUA (Junto ao Matadouro), Av. 25 Setembro (Cinema Scala + Edifício EMOSE), Av. Julius Nyerere (Ass. Moçambicana de Fotografia).

Terça-Feira, 4 de Outubro
• Karaoke. 22:30h. Queres cantar? Karaoke com banda. Gil Vicente.

E também…
• Oficina de Narração Oral. Aberto o prazo de inscrição para a Segunda Oficina de Narração Oral Cénica “a musicalidade das Palavras” dirigida pelo Contador de Histórias Rafo Diaz. Departamento de Comunicação e Imagem, FLCS-UEM.
• Exposição de artes plásticas. “Alinhamento” de Vítor Sousa e Jorge Dias. Associação Kulungwana. CFM. Até 29 de Setembro.
• Exposição de pintura. Trabalhos dos alunos da Escola Nacional de Artes Visuais. Mediateca BCI. Até 1 de Outubro.
• Ocupações Temporárias. “Ocupações Temporárias 20.11” instala-se de novo na capital trazendo a arte contemporânea aos lugares comuns dos cidadãos com instalações de Camila de Sousa, Azagaia, Shot-B, Branquinho e Jorge Fernandes. Faculdade de Medicina, Av. OUA (Junto ao Matadouro), Av. 25 Setembro (Cinema Scala + Edifício EMOSE), Av. Julius Nyerere (Ass. Moçambicana de Fotografia). Até 2 de Outubro.
• Exposição de fotografia. “Projecto 30”, uma iniciativa moçambicana de fotografia via Facebook. Instituto Camões. Até 15 de Outubro.
• Exposição de escultura e cerâmica. Exposição colectiva “9 artistas, 9 leituras”. Estão patentes obras de Reinata, Naftal Langa, Pekwia, Mahazul, Makamo, Maphara, Eusébio Mpfumo e Júlia. Consulado Geral de Portugal. Aberto das 8h. às 12h. e das 13h. às 16 h. Patente até 6 de Outubro.
• Prémio Literário. Aberto o prazo para concorrer pelo Prémio de Literatura Africana do Instituto Marquês de Valle Flor 2011. Para mais informações: www.imvf.org ou prémioliteratura@imvf.org. Até 30 de Outubro.
• Exposição de artes plásticas. Exposição colectiva “My Guest”com trabalhos de Victor Sousa, Saranga, Mabunda, Mauro Pinto, Branquinho, Alexandria, Branislava Stojanovic e mais…Guest House.
• Exposição de arte. Exposição permanente. Museu Nacional de Arte.
• Exposição de arte. Exposição colectiva. Veleiro Arts.
• Exposição de pintura. Exposição permanente, obras do artista plástico Noel Langa. Centro Cultural Arco Iris.
• Feira de Artesanato. FEIMA: Diariamente, o melhor do artesanato e da arte, gastronomia e floricultura da cidade. Parque dos Continuadores.

28.09.2011 | by joanapires | concertos, documentários, fotografia, música, teatro

João Bosco canta em Cabo Verde

O cantor e compositor brasileiro chegou ontem ao país para se apresentar em shows nos dias 17 e 18 (quinta e sexta), nas cidades de Praia e Mindelo.

Um dos maiores instrumentistas do Brasil, João Bosco, desembarcou ontem em Cabo Verde para as apresentações que terão lugar nos dias 17, no Mindelo, e 18, na Praia. Conhecido pelas suas composições para lá de versáteis, que passeiam desde a música Popular Brasileira até o erudito, o cantor e compositor é dono de uma carreira expressiva dentro e fora do Brasil, tendo aproximadamente 20 álbuns já lançados.

Keep reading "João Bosco canta em Cabo Verde"

15.03.2011 | by ritadamasio | concertos, João Bosco, musica brasileira